AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

22 a 24/09 – sex – 21h30 – Encontro com Deus (inscrições Dca. Eliane)

23/09 – sáb – 19h30 – RJA Rede de Jovens JUMP

29/09 - sex - 20h - RCA Rede de Casais - Decorando a casa com Amor.

30/09 – sáb – 10h – RIA – Treinamento da equipe

07/10 - 19h30 - 15. Aniversário Igreja Águas Mooca

21/10 - 18h - 21. Aniversário Igreja Águas Sede (Rua Laguna 940 - Jd.Caravelas)

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

sábado, 29 de abril de 2017

Escolhendo a melhor cobertura


•Versículo chave:  Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio. Salmos 91:1,2

INTRODUÇÃO
Hoje há um chamado para escolher a melhor cobertura e vemos duas coisas:
. Habitar no abrigo
. Descansar na sombra
Qual cobertura é importante?

Abrigo - lugar defendido de intempéries, resguardo contra o frio e militarmente é tudo que confere proteção à homens, materiais e animais contra o fogo do inimigo.
Abrigo, esconderijo, secret place (lugar secreto), fala de uma estrutura talvez frágil, dinâmica, sem preocupações com o lugar mas com a situacao/tempo que está envolvido.

No casamento, na família nossa casa pode ser a mais bela mas ela brilhará o momento que vivemos. Mais do que as paredes e móveis ela fala da situação que vivemos.

Sempre situações, desafios, dificuldades e problemas passam por nossa casa e ela se arruma para atender às necessidades.

 Nas guerras não se constituem casas mas abrigos, esconderijos.

O chamado é para habitar no abrigo isto fala de algo contínuo, que permanece. A cobertura da sua casa tem sido abrigo?

Veja que não é seu abrigo mas o abrigo do Altíssimo.
Escolher esta cobertura é escolher as guerras Dele e não as nossas.

Deus está lutando com seu casamento, marido, esposa, sogra, cunhado? Qual a luta de Deus?
Quando escolhemos o abrigo do Altíssimo escolhemos a cobertura das guerras certas e habilitamos descanso.

Mas nem tudo é guerra, pois também há descanso.
Para o descanso a cobertura é a sombra. (Foto da sombra)

Sombra fala de estar debaixo, humildade, reconhecer o poder.

Deus te abençoe,

Mizinho (seu pastor) - Igreja Águas Mooca

Vivendo debaixo do Juízo de Deus.

"Mas, se nós tivéssemos o cuidado de examinar a nós mesmos, não receberíamos juízo. Quando, porém, somos julgados pelo Senhor, estamos sendo disciplinados para que não sejamos condenados com o mundo." 1 Coríntios 11:31-32 NVI
                
  Falar de juízo é algo forte, é algo que nos traz temor, porque na verdade ninguém gosta de ser chamado para o juízo, pois isso significa que existe algo que precisa ser analisado e julgado.
               Um dos atributos de Deus é que Ele é o Justo Juiz, ou seja em Deus encontramos a verdadeira Justiça porque conforme está escrito no livro do Profeta Naum Deus não toma o culpado por inocente, Deus não é injusto.

 Todos pecaram. Romanos 3:10 diz não há um justo sequer e no versículo 23 fala que todos pecaram e foram destituídos da glória de Deus.
                Em muitas situações de nossa vida, já tentamos fugir do juízo de uma autoridade, os pais, os professores, o chefe, e a melhor forma de tentar evitar o juízo, que normalmente traz uma punição sobre o culpado, é negar, "não fui eu quem fez" "eu não participei disso", etc, e muitas vezes conseguimos enganar as pessoas. Porém quando se trata de Deus, não adianta tentar fugir do Seu juízo sobre a sua vida, porque Ele te conhece, Ele sabe o que vc fez e o que vc faz
"Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós." 10 "Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós."
1 João 1:8, 10 NVI
                Hoje quero propor a você que olhe para o Juízo de Deus de outra forma. Não como algo ruim, não como uma punição, não como algo que irá lhe destruir, mas como um ato de amor, como um conserto para a sua vida.
Não tenha medo de se submeter ao juízo de Deus.
                 "Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.  Como é feliz o homem constante no temor do Senhor ! Mas quem endurece o coração cairá na desgraça." Provérbios 28:13-14 NVI
                  O rei mais bem sucedidos na história de Israel, o rei Davi, não tinha medo de se submeter ao juízo de Deus sobre sua vida. Nos relatos que a Bíblia trás sobre o rei Davi, vemos que ele era homem comum, que durante sua vida acertou em muitas coisas, mas também vemos alguns erros em sua vida, em seu reinado, mas em todas as vezes em que ele errou, Davi não teve medo de se submeter à Deus, e quando era confrontado com seus pecados, confessava-os e aceitava a correção de Deus, pois Davis sabia que apesar de justo, o Senhor seria misericordioso.
Depois de contar o povo, Davi sentiu remorso e disse ao Senhor : Pequei gravemente com o que fiz! Agora, Senhor , eu imploro que perdoes o pecado do teu servo, porque cometi uma grande loucura!  Levantando-se Davi pela manhã, o Senhor já tinha falado a Gade, o vidente dele: Vá dizer a Davi: Assim diz o Senhor : Estou dando a você três opções de punição; escolha uma delas, e eu a executarei contra você’ ”.  Então Gade foi a Davi e lhe perguntou: O que você prefere: três anos de fome em sua terra; três meses fugindo de seus adversários, que o perseguirão; ou três dias de praga em sua terra? Pense bem e diga-me o que deverei responder àquele que me enviou.  Davi respondeu: “É grande a minha angústia! Prefiro cair nas mãos do Senhor , pois grande é a sua misericórdia, a cair nas mãos dos homens2 Samuel 24:10-14 NVI
Jesus é a Justiça de Deus para os homens.
"Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da Lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que creem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.  Deus é Deus apenas dos judeus? Ele não é também o Deus dos gentios? Sim, dos gentios também, visto que existe um só Deus, que pela fé justificará os circuncisos e os incircuncisos." Romanos 3:21-26, 29-30 NVI
                 
Deus nos amou e a maior demostração da justiça divina sobre a nossa vida foi enviar seu Filho Unigênito para morrer em nosso lugar quando ainda eramos inimigos de Dele. Inimigos porque vivíamos no pecado, fazíamos tudo aquilo que o desagradava e isso fez com que um grande abismo fosse criado entre o nosso Criador e nós suas criaturas. Porém, pela fé recebemos Jesus como Senhor e Salvador, e o castigo que deveria vir sobre a nós, foi sobre Ele, e pela fé somos justificados (nos tornamos justos) e salvos por Jesus.

Pr. Kleber R. Jacinto - Igreja Águas Mooca. 

Eu AMO o Juíz (Deus)

Eu louvarei ao Senhor segundo a sua justiça e cantarei louvores ao nome do Senhor Altíssimo. Salmo 7:17

Neste Salmo estão as palavras, o coração, a oração, o louvor do Rei Davi que foi difamado por um homem (Cuxe). Que difícil lidar com a injustiça... Nos entristece, nos enfraquece, nos ira, nos tira o sono. E é nessa hora que a nossa defesa chamada EGO acorda! 
Começamos a nos examinar, a examinar a atitude “injusta” alheia e colocamos sobre a nossa balança os créditos que queremos dar. Abrimos espaço no nosso coração para o nosso instinto chamado ID aparecer.
Com todo o “circo” armado, onde o picadeiro (coração) está sobre os holofotes do bem e do mal, tudo começa. Agora é ou seria a hora do SUPEREGO entrar em ação, equalizando toda essa bagunça!!! 
Começamos falando da Tríade do modelo psíquico do ser humano, conceituado por Freud. É importante tomarmos a ciência a nosso favor. Traz habilidades riquíssimas em como lidarmos com as emoções e posicionamento frente as dificuldades, vulnerabilidades de cada um. 
Mais do que isso, nos ajuda a reconhecermos quem somos diante da grandeza de um Deus JUSTO e FIEL
Davi, o Rei, o poderoso, sabia bem quem ele era e entoou esse Salmo, buscando reforma, exame e justiça sobre ele e sobre o difamador. Isso é conseguir estar no ápice da maturidade nos relacionamentos verticais, horizontal (com Deus) e consigo mesmo: AMANDO O DEUS DA JUSTIÇA, mesmo que seja para com você! 

IMPEDIMENTOS QUE NOS LEVAM A NÃO AMAR O JUIZ

1)   Autocomiseração (sentir pena de si mesmo, excesso de amor próprio): Doença do EGO (eu). Espiritualmente fortalece o homem velho. Sai do foco e cria barreiras contra Deus, principalmente quando Ele nos pune e nos julga (Ele corrige o filho que ama, lembram?) 

Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo. 1 Coríntios 11:31-32

Davi não agiu com autocomiseração. Ele se olhou, se examinou, olhou para Deus e confiou na sua justiça, louvando o Seu nome. Amando-O! Consentindo a sua verdade, seja ela qual fosse.

2)   Julgar em Seu lugar: Ele é o Juiz. 

Pois defendeste o meu direito e a minha causa; em teu trono te assentaste, julgando com justiça. Salmo 9:4

Quando fazemos o papel dEle, demonstramos falta de fé e temor. Anulamos a obra dEle. Mesmo sendo Juiz, Ele não tem prazer em condenar. Ele enviou seu Único Filho para nos livrar. Ele tem prazer em ENSINAR. Ele foi chamado de MESTRE durante seu ministério aqui na terra. Começou e encerrou seu ministério ensinando!!! 

Deus nos disciplina (corrige e ENSINA). Dói muito corrigir, melhor é ensinar!

Assim como Ele, nosso ministério deve ser esse: ensinar. Ensine ao difamador o quanto você ama a Deus; perdoando, dando uma nova chance, orando por ele, tendo misericórdia... 

Na sua volta Ele julgará:
- As nações: Mt 25:31
- Cristãos nominais: Mt 7:21- 23
- A falsa religião: Ap 18
- O anticristo: Ap 19
- O diabo: Ap 20
- A igreja (OBRAS): 2Co 5:10

Que em suas obras não se ache o de juiz. Ao contrário, AME e louve o Juiz das Nações! Deus é fogo consumidor. Hb 12:29 

3)   EGO e ID
Deixar que o EGO te defenda das repreensões ou das dores que esse mundo lhe acomete, assim como permitir que os desejos, prazeres e vontades do ID prevaleçam sobre o AMOR ao Juiz, te levarão a ser um cristão nominal, um cristão sem testemunho divinos.
Permita que o SUPEREGO hoje nomeado como ESPIRITO SANTO de Deus te leve a equalizar os conceitos e sua moral (despertada desde os 5 anos de idade) perante Deus e suas verdades, perante esse novo conceito de vida. Já não vive mais você! Suas opiniões, suas dores, as injustiças, devem ser colocadas como Davi fez: diante do JUSTO JUIZ. 


CONCLUSÃO 

Não traga condenação sobre a sua vida. Você já está livre dela (João 5:24). Jesus já te libertou.
Leve sobre Ele o fardo que está pesado, o mal que lhe causaram, a dor de errar, o descrédito... 
Viva uma vida livre do seu EU e cheia de Deus. 
Peça perdão pelas vezes que se colocou no lugar do Juiz, até mesmo contra você, se cometeu autocomiseração.
Para você, está disponível as promessas do Senhor e tenha certeza que serão todas cumpridas. Não tenha dúvidas. Fora toda condenação do seu arraial.

Pra Erika Mossini - Igreja Águas Mooca



terça-feira, 25 de abril de 2017

Juízo de Deus na família

Salmo 103:17-18 "Mas é de eternidade a eternidade a benignidade do Senhor sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos, sobre aqueles que guardam o seu pacto, e sobre os que se lembram dos seus preceitos para os cumprirem"

Sempre que penso em juízo minha mente monta o cenário de um grande tribunal onde um juiz profere uma sentença que pune ou absolve uma pessoa de uma acusação.
Na verdade, como sabemos que nossa essência não é boa já ligamos juízo a punição.
Se você vem de uma família que tinha dois, três, cinco filhos se lembra bem de quando o pai ou a mãe perguntavam quem fez isso e todos respondiam: “Não fui eu”!
Pois é ninguém gosta de castigo, punição, não queremos passar por julgamentos, mas muito mais importante que o juízo que fazem da gente aqui na terra é o juízo de Deus que vê o que está em oculto, que sonda o coração, os pensamentos, que conhece a verdade e a mentira.
“Ó Senhor dos Exércitos, justo juiz que provas o coração e a mente, espero ver a tua vingança sobre eles, pois a ti expus a minha causa”. Jeremias 11:20
A palavra nos ensina em vários textos que Deus é justo juiz; tem poder para abençoar ou punir nossa vida, nossa família, nossas gerações.
Como é bom falar só de bênçãos, de soluções, de restaurações, de que tudo vai dar certo. Mas temos uma escolha a fazer, que decide nosso futuro o de nossa família.
Você deseja que a justiça de Deus seja estendida para os filhos dos seus filhos e assim por diante? Então existem quatro ações que devem ser colocadas em prática.
1º. Temer:
Obedeçam aos mandamentos do Senhor, o seu Deus, andando em seus caminhos e dele tendo temor. Dt 8:6
Quem tem temor obedece por princípio, deixa de fazer o que é errado mesmo sem ninguém ver, porque tem um profundo respeito.  Já quem tem medo deixa de fazer o que é errado com medo de ser castigado, obedece apenas por medo. O temor nos aproxima, o medo nos afasta.
2º. Guardar:
Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti. Sl 119:11
O rei Davi fala muito de guardar a palavra no coração, esse é o único jeito de não errar, de não cair nas armadilhas. Para isso precisamos nos alimentar através da leitura e da meditação da Bíblia.
3º. Lembrar:
Torno a trazer isso à mente, portanto tenho esperança. A benignidade do Senhor jamais acaba, as suas misericórdias não têm fim. Lamentações 3:21,22
Precisamos lembrar, nos encher dos pensamentos que nos trazem esperança. Lembre-se das promessas, das palavras proféticas, das experiências sobrenaturais que teve com Deus e não deixe circunstâncias problemáticas te derrubar.
4º. Cumprir:
Respondeu Jesus: "Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele.  João 14:23
Talvez essa seja a ação mais importante, a que validada nossa fé e aliança com Deus. De que adianta conhecermos a verdade, os mandamentos e não cumprirmos, e não vivermos, e não sermos transformados, nosso testemunho fica invalidado diante dos homens e diante de Deus não somos aprovados, não temos direito à herança.
Exemplificando essas instruções podemos recordar a história de duas famílias: a de Noé e a de Eli.
Noé viveu numa circunstância difícil, um período da história marcado por muito pecado, as pessoas eram carnais, totalmente rebeldes ao ponto de Deus resolver destruir tudo. Noé era casado, pai de três filhos, Sem, Cam e Jafé, que também eram casados. O versículo 9 de Genesis 6 define bem quem era esse chefe de família: “Noé era homem justo e íntegro e andava com Deus”. Por isso Deus instruiu a construir uma arca e sua família foi poupada do castigo, da morte.
"A maldição do SENHOR habita na casa do ímpio, mas a habitação dos justos ele abençoará". Pv 3:33
Eli foi um sacerdote e um dos juízes de Israel por 40 anos. Entretanto, possuía um problema que o levou à tristeza; tinha dois filhos que eram perversos e cruéis, Hofni e Finéias que também corrompiam as pessoas de Israel no portão do tabernáculo e praticavam violência contra os sacrifícios que eram oferecidos a Deus. Eli os repreendeu, porém não os restringiu, então o julgamento do Senhor foi determinado contra a sua casa e a geração de Eli foi extinta.
Porque o Senhor corrige o que ama, e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos. Hebreu 12:6-8
Hoje quer sua família precise da benção ou da correção do Senhor, chegue-se diante do Trono do Todo Poderoso, o que pode operar milagres, mudanças. Ele é o mesmo que pode através do seu Santo Espírito convencer do pecado, da justiça e do juízo. A palavra do Senhor nunca voltará vazia, e de geração em geração sua família colherá a bondade do Pai.

Deus te abençoe,

Pra. Rosana Santana - Igreja Águas Mooca