AVISOS da SEMANA


Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

25/11 – sáb – 19h30 – RJA Jump – Noite black

26/11 – dom – 10h e 18h – RIA apresentação

29/11 – qua – 20h – Noite do Empreendedor

30/11 – qui – 20h – Apresentação Teatro - Vivendo meu papel

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

domingo, 30 de outubro de 2016

Entrando na nova terra cercado de discípulos


Juizes 6:11-16

Fazer discípulos é o nosso chamado, e todos nós sabemos que discípulo é aquele que segue seu mestre e que recebe ensino, instrução, disciplina. E para FAZERMOS discípulos precisamos SER DISCÍPULOS e obedecer ao nosso Mestre Jesus, colocandoem prática o que está escrito em Marcos 16:15 “Ide pregai o evangelho a toda criatura”.

Fazer discípulos não é uma tarefa fácil, mas é uma tarefa honrosa e gratificante que requer disciplina, renúncia, entrega total e investimento por parte daquele que aceita ser e fazer discípulos. Foi exatamente isso que Jesus disse àqueles que o seguiam (seus discípulos),  lá em Mateus 16:24 “Então disse Jesus aos seus discípulos, se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me.”

Você está disposto a ser discípulos? 

Você está disposto a fazer discípulos?

Gideão foi um dos Juízes de Israel, e ele recebeu o chamado de Deus, para libertar o povo da opressão que existia contra eles por parte dos midianitas, dos amalequitas e dos povos do oriente. Com certeza você deve conhecer a história de Gideão e deve estar se perguntando “o que tem a ver a história de Gideão com fazer discípulos?” E eu lhe respondo, tudo a ver.

Gideão era um homem comum que seguia a Deus, filho de um homem simples, viveu na época dos juízes de Israel (+ ou – 1.300 a.C.). Nesse período “os israelitas fizeram o que o Senhor reprova” (Jz 6:1), pois estavam adorando a outros deuses (Baal e Aserá).Essa opressão era tão severa e cruel que muitos israelitas, para fugir do inimigo, se mudaram para cavernas nas montanhas, ou seja, tentaram se esconder.

Deus precisava de um homem para libertar seu povo. Ninguém que conhecesse Gideão diria que seria ele esse homem. Aliás nem ele mesmo acreditava nisso (Jz 6:15).

Os dias de hoje não são diferentes daquela época. As pessoas estão sofrendo com a opressão que o inimigo da nossa alma está exercendo. Pessoas essas que nos rodeiam, que são nossos amigos, e parentes. Nós mesmos até bem pouco tempo atrás estávamos debaixo desse jugo que nos escravizava com vícios, nos roubando a alegria, matando nossos sonhos e destruindo nossa família.

Assim como foi com Gideão naquele tempo, hoje Deus quer você para libertar seu povo dessa opressão maligna e te chama para fazer discípulos, ou seja, assim como você se entregou àJesus, recebendo-o como único e suficiente Senhor e Salvador, e foi liberto dessas opressões que assolam o mundo, recebendo vida eterna, Ele quer usar a sua vida para levar salvação, libertação e cura aos necessitados.

Gideão tinha um problema, ele precisava ser convencido que era Deus quem o estava chamando e que Ele realmente estava nessa causa. Apesar de servir a Deus, Gideão tinha dúvidas e medos, que geraram traumas e feridas em sua alma que o fizeram paralisar e se esconder (Jz 6:11),e quando o Senhor o chamou através do seu Anjo, este duvidou e questionou à Deus (Jz 6:13).

Quantas guerras, quantos traumas e feridas na sua alma fazem você se esconder do inimigo, não querer guerrear equestionar o chamado de Deus na sua vida?

Mas eu quero te dizer que hoje o Senhor te fala como falou com Gideão “Eu estou com você, e você derrotará todos os midianitas(inimigos) como se fosse um só homem.

Sobre nós existe uma chamada de conquista e uma promessa. A chamada está em Mt 28:19-20. Pregar o evangelho e fazer discípulos, e a promessa é que nós nunca estaremos sozinhos nessa tarefa,  que o nosso Discipulador maior, Yeshuah, estará sempre conosco até fim, demonstrando e nos ensinando essa fidelidade.

A Bíblia nos relata que depois de três milagres e seis declarações de reforço ao chamado de Deus, Gideão atendeu o chamado e reuniu um exército de trinta e dois mil homens para guerrear contra os midianitas e livrar o povo daquela opressão.

Mas Deus quis mostrar que Ele era o mesmo Deus que tirou Israel do Egito, e que verdadeiramente cuidava e guerreava por Israel, e de um exército de trinta e dois mil homens, deixou Gideão com apenas 300 homens. 

Fico imaginando como deveria estar o coração dos homens do exercito de Gideão quando a chamada e a promessa entram no coração de seu líder, e este tem como estratégia de guerra dividir 300 homens em 3 grupos de 100, e ainda por cima entrega como armas de guerra uma trombeta, um vaso(cântaro) e uma tocha.Fico imaginando como eles ficaram quando eles souberam que teriam que enfrentar os midianitas os amalequitas e todos os outros povos do oriente, que estavam acampados no vale e eram numeroso como nuvens de gafanhotos e seus camelos eram como a areia da praia (Jz 7:12)

Essa talvez seja sua realidade hoje. Talvez você olhe para dentro de sua célula e veja apenas meia dúzia de gatos pingados,e se lembra que um dia você já teve uma célula grande, cheia de gente, mas que por diversos motivos, ou até mesmo sem motivoalgum, foram embora. Então você começa a olhar para a quantidade de problemas que você tem que enfrentar, e o inimigo chegando perto de você e de quem você ama.

Talvez você ainda não seja um líder de célula, talvez você entrou nessa igreja hoje porque está se sentindo como os israelitas, oprimido pela ação do inimigo, nas áreas de vida, seja no casamento, seja com seus filhos, com seus pais, seja no trabalho, saúde, vício, imoralidade, não esteja vendo saída da sua situação e dizendo é impossível vencer essa guerra. Seja qual for a área que o inimigo está lhe oprimindo, roubando, matando e destruindo, eu quero lhe dizer que não é impossível. Deus nunca te abandonou e Jesus, o nosso Líder, o nosso Senhor e Salvador, pode e quer te livrar desse mal.

Para você que é líder de célula, quero lhe dizer que é com esses discípulos que estão com você, fiéis e corajosos, com as armas e as estratégias que o Senhor lhe dá, que você vai para a guerra e vai libertar seus parentes e amigos da opressão do mal, e leva-los juntos com você para essa nova terra.

II Co 10:4-5

Trombeta ou Shofarera um instrumento utilizado para chamar o povo ao ajuntamento, para adorar a Deus e para marcar o inicio de um novo tempo. Adore a Deus, pois um novo tempo está chegando na sua vida. Logo em breve a última trombeta irá tocar, e Jesus voltará para levar sua igreja junto com Ele, para a nova Jerusalém celestial.

A tocha é o fogo do Espirito Santo em nossa vida. Jesus disse que somos Luz do mundo e sal da terra e que nossa função é levar luz aos que estão nas trevas e dar sabor à vida das pessoas pregando a palavra de Deus com ousadia, intrepidez, cheios do Espirito Santo.

Cantaro ou vaso escondia uma tocha com fogo. Esse cântaro fala sobre a nós a nossa vida. Para que a luz de Jesus, e fogo do Espirito apareça e incendeie a todos que estão ao nosso redor, precisamos estar quebrantados, assi-m como foram quebrados aqueles vasos. Isso é sinal de renuncia, entrega, para que o Senhor possa nos moldar e usar da forma como ele bem entender.

O que toda essa história nos ensina que para vencer é preciso lutar, sermos líderes como Gideão (v.17), que vai à frente, ensina e dá o exemplo, e que para entrar na nova terra temos que agir em unidade, com mesmo pensamento e objetivo, seguindo e obedecendo nossos líderes. Não é do nosso jeito, não é na nossa força, mas do jeito e com a força de Deus. 

Deus tem uma nova vida reservada para você. Um novo tempo, uma nova terra. Para isso é preciso seguir o nosso Lidermaior, Jesus Cristo, e deixa-lo morar no seu coração, recebendo-o em sua vida como Senhor e Salvador.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Entrando na Nova Terra – A Alegria da Conquista


Textos Base:  Josué 1:1 a 9 e Tiago 1:1 a 12

O paralelo existente entre dois textos distintos:
Deus ordena a Josué que conquiste a terra que prometera a seus antepassados, entretanto devemos notar que Ele mesmo adverte para que Josué seja forte e corajoso.
Afinal, Josué precisava destas palavras de incentivo mesmo tendo passado por grandes provações no deserto durante quarenta anos?
Sim precisava, porque mesmo passando as provações e sendo ele e Calebe os únicos remanescentes do Egito que entraram em Canaã, mesmo assim ainda teriam muito a fazer para efetivamente conquistar o espaço.
Foram dezenas de cidades conquistadas, numa campanha de muitas batalhas onde alguns deslocamentos de tropa foram feitos por terra com quase 200 km de distância.
É possível uma pessoa desanimada, sem força e garra conquistar um espaço tão grande em tão pouco tempo?
Por outro lado, chega a ser estranho a afirmação feita por Tiago muitos anos depois sobre alegria em provações. Não é normal nos alegrarmos quando estamos passando por aflições, lutas e adversidades, mas tem a chave e a resposta, quando ele expõe a questão da que a provação uma vez superada produz perseverança e isto é o que Deus deixa claro para Josué em sua empreitada para a conquista da Terra Prometida.
O texto nos adverte que o homem de ânimo dobre ele é falho em seus caminhos, como podemos então ser conquistadores sendo desanimados ou inconstantes?

A chave para a conquista: Alegria.
Normalmente há muito esforço em qualquer conquista que temos em nossas vidas, o trabalho a dedicação a e perseverança são condições que propiciam conquistas.
Toda esta energia, tanto mental quanto física, não pode roubar a alegria no trabalho que está sendo desenvolvido.
A questão é quem está te roubando sua alegria no trabalho?
Com certeza este roubo não procede de Deus, se não é dEle então de onde vem a tristeza se não de satanás?
Em Filipenses 4:4 a 7, temos a instrução dada por Paulo aos crentes em Filipos:
4 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.
5 Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor.
6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.
7 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.
Vale notar que se estivermos firmados em Cristo não devemos nos temer mal algum, antes mesmo em meio as lutas e tribulações encontraremos descanso é o que garante a palavra de Mateus 11:28 a 30:
28 Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.
29 Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma.
30 Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve.
Jesus já fez tudo por nós, em sua vida, modelo, exemplo, testemunho e obra aqui na terra terminada na Cruz e na ressureição. Ele levou sobre si as nossas dores, Ele carregou todas as nossas enfermidades. Ele nos deu alegria. Temos que estar nEle.
Em Isaías 53:3 a 5 está a profecia que foi cumprida exatamente fiel ao que havia sido dito pelo profeta.
3 Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.
4 Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.
5 Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.

Conclusão:
Vamos ser rejeitados pelo mundo, vamos enfrentar dificuldades, vamos ter que lutar para viver e conquistar aquilo que Deus nos tem dado a possuir nesta terra, mas se estamos com Cristo nada pode nos abalar e tirar nossa alegria. 
Eu creio que Jesus deve ter sido a pessoa mais feliz que existiu neste mundo, porque Ele cumpriu com o proposito a Ele comissionado trazer salvação ao homem que perdido estava.
Ele mesmo adverte que não serão todos que irão aceitá-lo, mas isto não lhe tirou a alegria de salvar todos quando o receberam para que ser tornem filhos de Deus.
Se nEle estamos nos temos vitória, cura, perdão, salvação e principalmente a alegria de tê-Lo em nossas vidas.
Esta alegria fará diferença onde quer que você esteja, porque a alegria do Senhor é a sua força e a alegria do Senhor te move no sobrenatural para que as vidas venham a conhecer a salvação de Cristo que existe em você.
Você perseverando irá se alegrar com aquilo que você fará com a direção de Cristo, portando alegrem-se no Senhor mais uma vez digo Alegrem-se no Senhor!

Pr. Luis Santana – 20/10/2016 – Igreja Águas Mooca
“Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor lembre-se: se escolher o mundo ficará sem o amor, mas se escolher o amor com ele você conquistará o mundo.” Albert Einstein

domingo, 23 de outubro de 2016

Entrando numa Terra com adversidades

Salmos 23:4  Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.

introdução 
Como é bom nos sentirmos conquistadores e avançarmos e esta visão,  palavras e ministrações sobre entrar na nova terra são muitas vezes motivadoras.

Que delicia entrar na nova terra, mas precisamos de sabedoria pois há terras difíceis ou mesmo terras de morte, onde estamos cercados de morte.

Este Salmo é atribuído ao Rei Davi que o teria escrito quando estava cercado num oásis, à noite, por tropas de um rei inimigo.

Muitos momentos da nossa vida não há outra coisa a se ver que não seja morte, tudo inspira morte, tudo não tem vida. Que cenário horroroso!

"Aquilo que temo me sobrevém, e o que receio me acontece." ( Jó 3:25)

Cuidado, pois temos um Deus que é poderoso e não podemos nos esquecer disso.

DIGA: MEU DEUS É PODEROSO.

1. ANDE
"... ande pelo Vale da sombra da morte..." Veja que Davi não pára mas ele andava.

Quero te entregar este princípio: não pare de andar, mesmo que o cenário seja de morte.

Quantas mortes podem aparecer: sonhos, projetos, amizades, casamentos, ministérios e o modelo é não pare.

2. PROCURE A MINISTRAÇÃO
Quando estamos na nova terra e há mortes, procure a ministração.
"... tua vara e teu cajado me consolam..."

Abra seus olhos, reveja o cenário. Será que é tudo morte?

Deus está no seu cenário e está pronto para te ministrar.

Jamais abra mão de ser discipulado. Sempre busque o discipulado pois mesmo no cenário de morte haverá vara e cajado.

Deus está contigo e você sairá do Vale e a entrará na nova terra.

Deus te abençoe.
Mizinho (seu pastor)



domingo, 16 de outubro de 2016

Tabernáculos

Tabernáculos
Mooca out 2016
A Festa dos Tabernáculos (Sucôt ou Cabanas)
Dentre as três grandes festas comandadas por Deus, a Festa dos Tabernáculos é a de  maior significado profético para nós cristãos. 
1 – SIGNIFICADO HISTÓRICO
“Disse mais o Senhor a Moisés: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo será a Festa dos Tabernáculos ao Senhor, por sete dias. Ao primeiro dia haverá santa convocação: nenhuma obra servil fareis. Sete dias oferecereis oferta queimada ao Senhore; no dia oitavo tereis santa convocação, e oferecereis ofertas queimadas ao Senhor; é reunião solene, nenhuma obra servil fareis.  Levítico 23.33-43).
Deus lhe atribui um significado histórico: a lembrança da peregrinação pelo deserto e o sustento pelo Senhor. A fragilidade das tendas que o povo construía era uma lembrança da fragilidade do povo quando peregrinava os 40 anos no deserto a caminho da Terra Prometida.
O verbo se fez carne e habitou entre nós” (João 1.14). A palavra “habitou” no grego é “Skeneseii” e significa tabernaculou entre nós. Isto é, Jesus veio na sua 1a. vinda para fazer morada no coração daquele que confessa e o recebe como Senhor e Rei, o Salvador
. Somente após essa obrigação ser cumprida era permitido usar a colheita da estação como alimento.
. Os rabinos falam da sucá como um símbolo de proteção divina. Em momentos de aflição pedimos ao Todo-Poderoso que nos “abrigue em sua tenda” (Salmo 27.5). A sucá é um chamado contra a vaidade e um apelo à humanidade. 
De acordo com a Lei, a cobertura da sucá deve ser feita de tal forma que através dela se possam ver as estrelas. 
A sucá é um abrigo temporário, improvisado, construído às pressas. E, no entanto, ela é um símbolo de permanência e continuidade. É tão frágil, tão precária, tão instável e, no entanto, sobreviveu a tantos impérios, tantas revoluções porque na verdade seu sustento é divino. É somente o Senhor quem nos pode sustentar!
O povo judeu tomou as palavras de Deus em Levítico 23 “habitareis” em seu sentindo literal. Eles interpretaram a palavra “habitar” como significando que se devia comer e dormir na sucá, e não apenas construí-la. Nenhuma bênção é recitada quando se constroi a sucá, pois a ordem fundamental é “habitar” na sucá e não meramente construí-la. Uma bênção é recitada imediatamente antes de comer e dormir na sucá.
2 – O SIGNIFICADO PROFÉTICO
A Festa dos Tabernáculos tem um significado profético.
“Naquele dia levantarei o tabernáculo caído de Davi, repararei as suas brechas, e, levantando-o das suas ruínas restaurá-lo-ei como fora nos dias da antiguidade”. (Amós 9.11).

A Bíblia diz que Yeshua clamou, isto é, gritou em alta voz: “Se alguém tem sede venha a mim e beba”. Isto é, Ele é o verbo, a Palavra-viva. Paulo em Efésios 5.25 diz que a Igreja, que somos nós, precisamos ser sem rugas e defeito por meio da lavagem de água que é a Palavra de Deus, Jesus.
É lindo poder entender e receber estas revelações.
Yeshua prepara sua noiva pela “lavagem de água, pela Palavra”.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Entrando na nova terra, através da obediência

"E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR." (Jonas 1:1-3) 

Decidir para onde ir muitas vezes não é uma tarefa fácil. Nossa tendência é avaliar todos os pontos, colocar na balança prós e contras, julgar o que é melhor e só depois ir.
Até aí nada de errado, não é mesmo? Mas quando existe um comando de Deus, o que você faz, julga ou obedece?
Jonas deveria ir para Nínive, mas resolveu ir para Társis. Deus tinha um propósito, mas ele não foi aceito.
O que tem a ver esse relato com nossa história hoje?

·      Ir para Nínive:
Era a capital do império assírio, uma cidade sanguinária, guerreava contra os estados vizinhos fazendo atrocidades como cortar as orelhas, o nariz, os pés, as mãos ... Ter medo, odiar um lugar assim era fácil, bem como gostar da idéia de que ele poderia sumir da face da terra. Talvez podemos comparar a alguma cidade no domínio do Estado Islâmico atualmente. Está preparado pra ir pra lá?
Mas se não olharmos somente para situações extremas ir para Nínive hoje pode significar deixar muitas coisas que amamos demais: família, amigos, trabalho, convívio social, muitos planos pessoais que se colocam na frente do Senhor.
Quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. Mateus 10:37,38

Jesus não estava ensinando seus discípulos aqui a não honrar pai e mãe, muito menos em não amar os filhos, mas qual o lugar que damos a Deus.
Quem sabe sua Nínive não seja enfrentar uma situação que a muito você tem fugido, como resolver algo no casamento, perdoar, decidir pregar o evangelho, parar de brincar que é discípulo quando não é ...

·      Ir para Tarsis:
A contrapartida de ir para Nínive é ir para Társis; além de significar estar levando uma vida segundo os nossos planos e propósitos, significa também, estar fugindo da presença do Senhor.
As vezes um desvio pequeno, uma falta, uma não presença, um desanimo, uma justificativa pode levar a um grande distanciamento de Deus.
Pesquisando as distancias entre as cidades no tempo de Jonas vemos que para chegar a Nínive ele teria que percorrem perto de 884 Km. Mas ele foi pegar um barco em Jope, mais ou menos 51 Km de onde ele estava (pretinho né?), e de Jope para Tarsis (que fica na Espanha) 3.777 Km.
Resumindo 4.365 Km separando Nínive de Tarsis.
Que distância enorme, por fugir de uma missão e negar Deus.
·      Obedecer
Inúmeras são as promessas para aqueles que obedecem o Senhor.
Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra. Is 1:19
Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte. Jo 8:51
Quando resolvemos não obedecer entramos em prisão. Jonas foi parar dentro da barriga de um peixe.  Precisou se arrepender, pedir perdão, decidir obedecer.
Deus pode te livrar, te tirar do meio da enrascada que você se colocou.
Você está disposto a ir a uma nova terra em obediência a Deus?  O que você está disposto a fazer? O que você está disposto a dizer? Está disposto a amar? Está disposto a perdoar? Tudo isso, apesar do medo, do preconceito, dos julgamentos?
Jesus disse: “Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem” (Mateus 5:44). Mais tarde, A Bíblia diz "No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo (1 João 4:18)”.
Nem sempre um novo território irá te agradar, ir a um presídio, fazer uma visita a alguém que está a beira da morte, ir levar uma palavra de Deus a quem julgamos não ser merecedor.
Mas a nossa obediência ao ide vai gerar arrependimento, mudança, livramento, salvação em uma nova terra.
Você está diante do Deus da promessa, qual a terra que ele tem chamado, tem te mostrado, decida obedecer e avance em fé.

Deus te abençoe,

Pra. Rosana Santana - Igreja Águas Mooca


Fé e Criatividade no casamento

Fé fala de convicção. Convicção fala de AUSÊNCIA de dúvida.
Criatividade fala de: sair da caixa, abrir a mente, viver o novo, ultrapassar os padrões.

Que casamento delicioso seria aquele do ambiente de FÉ e CRIATIVIDADE!

Casais de fé e criatividade geram ambientes de milagres!

Marcos 2:
1 Dias depois, entrou Jesus de novo em Cafarnaum, e logo correu que ele estava em casa. 2 Muitos afluíram para ali, tantos que nem mesmo junto à porta eles achavam lugar; e anunciava-lhes a palavra. 3 Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico, levado por quatro homens. 4 E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão, descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente. 5 Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados. 6 Mas alguns dos escribas estavam assentados ali e arrazoavam em seu coração: 7 Por que fala ele deste modo? Isto é blasfêmia! Quem pode perdoar pecados, senão um, que é Deus? 8 E Jesus, percebendo logo por seu espírito que eles assim arrazoavam, disse-lhes: Por que arrazoais sobre estas coisas em vosso coração? 9 Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda? 10 Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados – disse ao paralítico: 11 Eu te mando: Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa. 12 Então, ele se levantou e, no mesmo instante, tomando o leito, retirou-se à vista de todos, a ponto de se admirarem todos e darem glória a Deus, dizendo: Jamais vimos coisa assim!

1. FOCO
v. 3 “Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico, levado por quatro homens.”
Os acontecimentos eram: multidão, fama de Jesus, chegada de Jesus na cidade, amigo sofrendo.
Quando vivemos no ambiente de fé e criatividade nosso foco é apurado, aguçado e fortalecido e no foco não esquecemos nada e superamos. Não havia espaço para um, eles carregavam uma cama.

Foco desviado abre temas errados.
“6 Mas alguns dos escribas estavam assentados ali e arrazoavam em seu coração: 7 Por que fala ele deste modo? Isto é blasfêmia! Quem pode perdoar pecados, senão um, que é Deus?”
Já estavam dentro do local olhando os métodos, será que não tinham necessidades de milagres, ou não conseguiam pensar pois não viviam num ambiente de fé e criatividade.


2. TEM JEITO PARA TUDO:
v. 4.” descobriram o eirado …fazendo uma abertura, baixaram o leito em que jazia o doente
No ambiente de FÉ e CRIATIVIDADE enchergo caminhos que outros não veem a mente é ampliada e vivo coisas novas. Não dá pelos lados, vamos por cima.
Nós geramos um ambiente. Podemos definir como será o ambiente. Ex. VIAGEM ISRAEL 2008 (dança e ONU).
Você vai descobrir caminhos, formas, jeitos de atingir seus alvos.

3. QUAL SUA DISPOSIÇÃO?
Seu marido/esposa vê sua disposição? Qual a opnião dele(a)?
A origem da palavra é: A origem nós podemos dar: é o Latim DISPOSITIO, “arranjo, gerenciamento”, relacionado ao verbo DISPONERE, “arrumar, colocar em ordem, arranjar”, formado por DIS-, “à parte”, + PONERE, “colocar”.
Disposição fala de arrumar de forma organizada. Deixe seu ambiente arrumado com FÉ e CRIATIVIDADE.

4. Deus de milagre, Deus de impossível
v. 9 “Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda?”
Seja o perdão ou a cura, tudo está Nele.
O mais fácil seria ter chegado antes e não depois de toda multidão, mas a semente de viver o ambiente de FÉ e CRIATIVDADE encontrará o Deus do impossível.

Deus te abençoe,


Mizinho (seu pastor)