AVISOS da SEMANA


Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

25/11 – sáb – 19h30 – RJA Jump – Noite black

26/11 – dom – 10h e 18h – RIA apresentação

29/11 – qua – 20h – Noite do Empreendedor

30/11 – qui – 20h – Apresentação Teatro - Vivendo meu papel

Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

sábado, 31 de dezembro de 2016

Recorde Inesperado

Estamos terminando 2016 com uma conquista extraordinária de acesso em nosso blog.

Louvado seja o nome do Senhor por isso e que a sabedoria Dele venha e se multiplique sobre nós.

. acumulamos 176.000 acessos
. visitados por: Estados Unidos, Alemanha, Russia, Portugal, China, França, Ucrânia, India e Espanha, entre outros.
. postamos mais de 1500 ministrações.
. a ministração "Instruções para abertura de Culto" é a mais visitada da história.
. estamos com a média de 10.000 acessos mensais
. as palavras ministradas aos domingos tem a média de 500 acessos.
. as lições de célula em media são acessadas por 200 pessoas semanalmente.

Por isso e por tantas outras bençãos que Deus tem derramado sobre nós estamos alegres, louvamos o Nome do Senhor Jesus Cristo.

Louvamos à Deus pela preciosa equipe de 12 especialmente da primeira geração que tem sido alimentadora, sustentadora e intercessora por todas as postagens e acessos, sem os quais este êxito seria comprometido.

Deus os abençoe.

Mizinho (seu pastor)

Cheios de Deus – Nas atitudes

"Porque outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz, pois o fruto da luz consiste em toda bondade, justiça e verdade; e aprendam a discernir o que é agradável ao Senhor." (Efésios 5:8-10)
Mostramos quem nós somos através das nossas atitudes.
Nossas atitudes são chaves também para receber a benção de Deus. Se você ficar olhando para o tempo nada vai acontecer, mas se tomar uma decisão, se posicionar, ter uma atitude diferente dizendo: “aquilo que Deus tem para mim, eu vou receber hoje, não quero mais esperar anos, um mês, uma semana ... com certeza vai ser diferente.
Bartimeu, o paralítico içado pelo telhado, a mulher hemorrágica, queriam ser curados e tomaram uma atitude.
Josué, Davi, Josafá, precisavam vencer uma guerra e tomaram uma atitude.
E você o que precisa? Que atitude está tomando?
A palavra nos ensina que éramos trevas, que vivíamos no pecado, e que quando Jesus entrou em nossa vida muita coisa mudou, passamos a ser novas criaturas, tudo se fez novo mesmo que comportamentos antigos ainda façam parte de nós.
Muitas vezes temos o desejo de sermos cheios da presença de Deus, mas quando olhamos para nós e nos deparamos com as mesmices nos entristecemos podendo até achar que não somos dignos da unção do Espírito sobre nós.
Precisamos avaliar nossas atitudes, um coração duro pode se esconder atrás de desculpas como não é para mim, não é o tempo, tenho que trabalhar, eu sou ruim mesmo, não consigo mudar quem eu sou, a forma que penso ...
Mas um coração rendido e submisso certamente encontrará as respostas certas para ocupar a posição que é em Cristo.
Esses dias li um comparativo muito interessante que dizia que o sol quando bate na cera derrete, mas quando bate no barro endurece… O problema não está no sol, o problema está na natureza do material.
Assim é conosco, Jesus é o mesmo, o que faz diferença é você, a sua atitude!
Como você deve ser está na palavra, o texto de colossenses descreve como:
"Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência. Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou. Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito. Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações, visto que vocês foram chamados a viver em paz, como membros de um só corpo. E sejam agradecidos. Habite ricamente em vocês a palavra de Cristo; ensinem e aconselhem-se uns aos outros com toda a sabedoria, e cantem salmos, hinos e cânticos espirituais com gratidão a Deus em seus corações. Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai." (Colossenses 3:12-17)

O Senhor vê o que está em secreto, por isso precisamos ser cheios da presença do Espirito Santo em nós, para termos atitudes santas não somente em aparência, mas também naquilo que passa no nosso interior.
Não vamos conseguir ser prefeitos, dependemos do fruto do Espírito em nós para podermos ter atitudes corretas na forma de agir, de se relacionar, de pensar. Como cristãos, devemos discernir o local, o grupo e as conversas que podemos participar. Se existe comportamento pecaminoso, palavras e atitudes que desagradam a Deus e nos afastar.

Sem ser direcionado pelo Espírito como decidir quando ir, para onde ir, quando falar, quando calar, quando agir, quando esperar, e tantas coisas mais.

Por isso precisa fazer parte de sua vida 4 atitudes:

1 - Ore

“Cerca de oito dias depois de proferidas estas palavras, [Jesus] tomando consigo a Pedro, João e Tiago, subiu ao monte com o propósito de orar. E aconteceu que, enquanto Ele orava, a aparência do Seu rosto se transfigurou e suas vestes resplandeceram de brancura. ” Lc 9:28-29

Quando oramos a mudança é inevitável. A oração muda o nosso rosto, muda a nossa aparência diante das outras pessoas, porque refletimos a presença do Altíssimo. Por isso, quando você ora, a mudança é inevitável. Sem ela, a transformação não pode acontecer em sua vida.

2 -  Jejue

“A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome.” Mt 4:1-2

O Senhor Jesus jejuou para enfrentar o mal. O jejum é um símbolo da negação dos desejos da carne, para que a vontade de Deus prevaleça.

3 -  Leia a Bíblia

“Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.” Js 1:8

4 -  Adore

“Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para Seus adoradores. ” Jo 4:23

Quando adoramos o Senhor demonstramos nosso amor, reverência e confiança.

Lembre-se de praticar essas atitudes, o livro de Atos continua sendo escrito através da sua vida como discípulo, discipulador, servo do Senhor nessa geração. Que você seja cheio da presença do Senhor todos os dias.

Deus abençoe sua vida grandiosamente.


Pra. Rosana Santana - Igreja Aguas Mooca

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Cheios de Deus na vida ministerial

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” (Gálatas 2:20)
Introdução
Uma das coisas mais importantes da vida cristã é sermos cheios do Espírito Santo e ser cheio do Espírito Santo, é ser cheio de Deus na vida, porque o Espírito Santo é Deus.
Esse mês falamos sobre ser cheios de Deus na família, nos comportamentos, e na vida ministerial não é diferente. Mas para que sejamos cheios de Deus é necessário, se esvaziar de si mesmo. Não tem como encher um lugar que já está cheio. Precisamos nos esvaziar de nós mesmos, do nosso passado, das coisas velhas, para ser cheios de Deus. Deus usa aquele que dá espaço para Ele agir. Assim foi com os discípulos de Jesus.
Atos 19: 8-16
Paulo é um exemplo claro de um homem comum que teve um encontro verdadeiro e pessoal com Deus. Ele se esvaziou dele para ser cheio de Deus, se permitindo ser reformado, transformado e foi além, foi condutor desta reforma, levando a verdade libertadora por onde passava. Ele foi ousado e muito usado por Deus, cheio do amor e sabedoria de Deus, da revelação, que lhe era concedida através da verdade.
Paulo, que ainda era Saulo, vivia na escuridão do engano, precisou ser confrontado pelo Senhor, e derrubado de seus conceitos (quando caiu do cavalo) para que seus olhos ficassem cegos para as coisas desse mundo, e tivesse sua visão espiritual aberta acerca das coisas do reino.
Muitas vezes conosco é assim, precisamos "descer, cair" para que o Senhor e seus conceitos e princípios cresçam em nós, e dessa forma a luz de Cristo que liberta e salva brilhe em nós e através de nós.
Indesistível: Paulo era um mediador do caminho, pregou por 3 meses na sinagoga, e mesmo sob críticas, sendo contrariado e vendo o caminho que apontava sendo desobedecido, não desistia de anunciar a verdade!
Não cessava de declarar acerca das verdades do reino, pois esse era seu ministério, e ele decidiu exercê-lo. Durante 2 anos, toda aquela terra escutou sobre a palavra de DEUS. Imagina uma vida dedicada a cumprir a vontade de DEUS? Quantos de nós teríamos desistido em meio as dificuldades e críticas? Paulo não desistiu porque ele amava seu chamado e tudo que fazia para o Senhor e sabia que nunca estava sozinho, Deus era com ele. Nós também não vamos desistir do nosso chamado.
Ministério de testemunhos e unção: Paulo, persistiu, por isso era usado por DEUS com milagres e prodígios. A palavra nos narra que até suas roupas eram usadas para expulsar espíritos malignos, que sua sombra curava enfermos...
Imagine um ministério nessa proporção? A unção que estava sobre ele era reconhecida de tal forma, que quando as peças de roupas eram apresentadas por "sacerdotes que exorcizavam endemoninhados” os espíritos malignos falavam que sabiam quem era Paulo e o Jesus que ele falava em nome Dele.
Mas afinal, esse foi um privilégio dado somente à Paulo, porque ele era especial? A resposta é não! Deus está nos chamando para sermos ministros na igreja e fora da igreja, levar a palavra que salva e liberta. Fazer o mundo conhecer quem é Jesus. Assim como usou a vida de Paulo, o Senhor quer usar a nossa também. Paulo decidiu ser diferente, agir de maneira especial e se entregar de verdade a obra, e dizer sim completamente a DEUS. Só precisamos decidir.
CONCLUSÃO:
Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. (Deixar Cristo viver em mim, é fazer a vida dEle aparecer mais que a minha, que Ele seja reconhecido através de mim e não mais eu, isso é transformação... Paulo foi reconhecido como o que perseguia os cristãos e depois conhecido como o que pregava o evangelho, ora, como pode o que antes era inimigo se tornar o aliado, o irmão?!) A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2:20 (Aceitar o sacrifício imerecido de forma que nada possa tirá-lo de mim, ele deve estar incutido em minha essência, misturado à minha identidade de forma que não seja mais reconhecida, se não por ele...Ficamos tão misturados à essência de Cristo, que seus pensamentos, conduta se tornam os mesmos que os nossos, já não somos nós, mas ELE, por isso viver os propósitos dEle já não é um peso e sim um chamado, milagres acompanham aqueles que tem como essência o espírito de DEUS). Decida hoje viver o que DEUS sonhou para sua vida e através de sua vida, seja cheio do Espírito e nunca mais se permita esvaziar da presença De Deus.


Pf. Cleide Cazita – Igreja Águas Mooca

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Cheios da presença de Deus, na família.

"Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica assemelhá-lo-ei ao Homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não cumpre, compará-lo-ei ao Homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e desceu a chuva, e correram os rios, e assopraram os ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda".  (Mt.7:24-27)

A uma relação clara aqui nesta passagem  sobre: Escutar e praticar o que escutou: Prudência e rocha/ Inverso: escutar e não praticar, ouvir e não cumprir; insensatez com  grande queda. Vamos buscar entender mais o que o Senhor quer nos falar neste tempo:

1) O primeiro passo é ter humildade para OUVIR.
É impossível aprender sem que haja humildade para ouvir. Jesus disse: "aprendei de mim..." (Mt.11:29).
Dai já vem a pergunta: De quem temos aprendido?
Ouvir é imprescindível, porque é ouvindo que a fé é gerada no coração, e não há família que esteja segura sem aquilo que é imprescindível, que é a fé (Rm.10:18).
Nossa família precisa está firmada na Fé.
Quando o orgulho é a base de uma vida, a pessoa fica é incapaz de ouvir a palavra, até a sua oração não faz sentido para Deus, (Pv.28:9). ( família frágil, sensível a queda)
Jesus não violento a mente, e o coração das pessoas; é necessário ouvir e responder " eu quero, poder entrar" (Ap.3:20).

2) O segundo passo Obediência : Dicionário Bíblico Eerdman diz: " ouvir e obedecer, envolve a audição física que inspira o ouvinte , e uma crença ou confiança que, por sua vez motiva o ouvinte a agir de acordo com os desejos do alto-falante. "
Assim, a obediência bíblica significa, simplesmente,  ouvir, confiar, submeter-se e entregar-se a Deus, obedecendo a Sua Palavra.

Deus recompensa a obediência. Repetidas vezes, lemos na Bíblia que Deus abençoa e recompensa a obediência:

"E através de seus descendentes todas as nações da terra serão abençoadas, tudo porque você me obedeceu". Gênesis 22:18

“Agora, se você vai me obedecer e guardar a minha aliança, você vai ser o meu próprio tesouro especial dentre todos os povos da terra, porque toda a terra pertence a mim.”  Êxodo 19:5 


O lar é um lugar onde se constroem os fundamentos da fé cristã. O lar é um lugar onde se constrói o governo de Deus. Este é O Cabeça, os pais são autoridade sobre os filhos, para gerar nos mesmos, submissão e obediência a Deus. 

Como recompensa da desobediência, temos como exemplo Adão e Eva:
Ao desobedecerem, a presença do Senhor foi-lhes tirada. Além disso, tiveram a perda do território. O casal perde o direito do Jardim do Éden, o território dado por Deus, o local da segurança, da prosperidade, da fartura Fora perdido pela atitude da desobediência.

Assim vemos a realidade de tantas famílias que tinham toda a prosperidade, tantas conquistas, mas, por algumas atitudes de desobediência, às promessas e às conquistas foram perdidas.
A vida é feita de decisões e atitudes, e se não tomarmos cuidado e guardarmos os territórios que Deus nos confiou, podemos perdê-los.

Assim como no Texto de referência Mt.7:24-27, devemos obedecer, praticando o que ouvimos.

Tiago 1:22-25
E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante a um homem que contempla no espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo e vai-se, e logo se esquece de como era. Entretanto aquele que atenta bem para a lei perfeita, a da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas executor da obra, este será bem-aventurado no que fizer.

Testemunho.
3) Desejar ser cheio da presença de Deus-
Existe uma diferença entre ser habitação do Espírito e ser cheio do Espírito. Depois da conversão, o coração passa a ser templo do Espírito. Só que este deve ser o Senhor de tudo. Ele deseja que vivamos de forma transbordante com a presença do Espírito Santo. Só assim conseguiremos testemunhar com autoridade as boas novas à humanidade e sermos vitoriosos sobre o pecado, o mundo e o diabo. Podemos ser prósperos financeiramente e ter todos os bens materiais desejáveis, mas se não nos enchermos da presença do Espírito de Deus seremos como um carro sem gasolina. Não funcionaremos e não cumpriremos os propósitos para os quais fomos chamados. Além disso, devemos ser cheios do Espírito Santo: 1) Porque um lugar vazio pode ser mal ocupado, trazendo morte e destruição; 2) Porque precisamos de amadurecimento espiritual para atingir a estatura de Cristo; 3) Porque só uma pessoa cheia do Espírito Santo é mais do que vencedora e estará apta a encontrar-se com Cristo, quando Ele vier buscar a Sua Igreja. Em suma, encher-se do Espírito é o segredo da vitória em todos os aspectos da nossa vida. O Senhor deseja que Seus filhos sejam cheios do Espírito Santo agora mesmo.


Conclusão:
Se não estivermos preparados e revestidos de Seu poder, dificilmente desfrutaremos as bênçãos divinas na terra e, muito menos, no céu. Para alcançar este propósito, a primeira coisa a fazer é ter o desejo de ser cheio do Espírito Santo, é querer ardentemente ter comunhão com Ele, ansiar em ser controlado e fortalecido por Deus. Você quer ser cheio do Espírito Santo na sua vida e na sua casa e família?
Então nós precisamos aprender a ouvir a voz de Deus, sendo humildes para isso; obedecer ao que Deus falou, e pedir, desejando ardentemente, pela presença do Espirito Santo.


Deus te abençoe!

Miss.Ioná Ramos Queiroz