AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

22 a 24/09 – sex – 21h30 – Encontro com Deus (inscrições Dca. Eliane)

23/09 – sáb – 19h30 – RJA Rede de Jovens JUMP

29/09 - sex - 20h - RCA Rede de Casais - Decorando a casa com Amor.

30/09 – sáb – 10h – RIA – Treinamento da equipe


Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Aliança tem preço

Neste mês de Agosto estamos aprendendo e recebendo um manto de aliança.

E neste semana em especial veremos que a aliança tem preço.

Veja na lição de célula 029 no link "lições de célula" com Deus tem algo especial para sua vida.

Deus te abençoe e que uma libertação venha em sua direção.

Amo vcs.

Mizinho (seu pastor)


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Mantendo a aliança através das finanças

A palavra aliança é muito conhecida na bíblia e aparece 299 vezes entre o velho e novo testamento. O velho testamento hebraico: berith retrata a aliança que Deus fez com seu povo através da Lei e o No novo testamento ela vem do grego “diatheke” que é traduzido por aliança ou por testamento, retrata a aliança que Deus fez com pessoas individualmente através de Jesus Cristo. Falamos que aliança simboliza acordo, tratado, contrato, união entre duas partes.
Na Aliança nós  materializamos, sentimentos e convicções.
Na Bíblia, há dezenas de promessas vinculadas a aliança que falam a respeito finanças, de riquezas, prosperidade, dinheiro, de bens materiais, reservadas para o povo de Deus.

Somos uma Igreja de aliança, que tem entendimento sobre o Dizimar, ofertar e primíciar, podemos avançar com assunto finanças.

Como eu vou manter a minha aliança com Deus através das minhas finanças?

1-Atraves da minha fidelidade por meio da fé:
A fidelidade é a essência da aliança invisível, que se torna visível aos nossos olhos através da Sua palavra. Precisamos ter esse entendimento que vem por meio da nossa fé: eu creio, medito na palavra e recebo no meu coração e começo a viver.

Rm 4: 16,17: “Essa é a razão por que provém da fé, para que seja segundo a graça, a fim de que seja firme a promessa para toda a descendência, não somente ao que está no regime da lei, mas também ao que é da fé que teve Abraão (porque Abraão é pai de todos nós, como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí) perante aquele no qual creu.

Deus fez um juramento e prometeu a Abraão, a Isaque e a Jacó, liberar a unção, a capacidade sobrenatural para que, como eles, a Igreja de Cristo pudesse adquirir riquezas. E, talvez, você possa dizer: “Um momento, o Senhor está falando dos judeus. Isso aqui é uma promessa para os judeus”. É verdade! E eu te pergunto: Quem são as pessoas mais ricas do mundo? São os judeus! Amado, somos semente de Abraão. Isso nos diz respeito. Olha o que diz Gl 3:29:E, se sois de Cristo, também sois descendentes de Abraão e herdeiros segundo a promessa.”
Nós somos descendentes de Abraão, somos herdeiros segundo a promessa, estamos falando num assunto que diz respeito à Aliança de Deus. O que eu estou falando é muito mais do que questões financeiras. Uma Aliança é um acordo com promessas.
Deus fez uma Aliança, ou seja, Deus fez um acordo, entre Ele, Abraão e a descendência dele, que chegou até nós. Os judeus são o que são, porque Deus jurou a Abraão. Você já conheceu algum judeu pobre? Eles creem no Deus de Abraão e na aliança que esse Deus fez a Abraão. Vamos crê, e ser fieis por meia da fé nas promessas de Deus, essa é a nossa parte na aliança.
Em Gn 13:1-2: “Saiu, pois, Abrão do Egito para o Neguebe, ele e sua mulher e tudo o que tinha, e Ló com ele. Era Abrão muito rico; possuía gado, prata e ouro”.
Acredite naquilo que está escrito: ele possuía gados, prata e ouro. Quem é  dono de todo ouro e toda prata? Quem é que fez a Aliança? Quem disse que o abençoaria e o engrandeceria? Foi Deus. Foi uma Aliança, um acordo, e isso nos diz respeito porque somos descendentes de Abraão.

O que aconteceu na velhice de Abraão?  Gn 24:1: “Era Abraão já idoso, bem avançado em anos; e o SENHOR em tudo o havia abençoado”. Deus o havia capacitado para ter êxito, em tudo o havia abençoado. Assim será na minha e na sua vida. Abraão teve os benefícios da prosperidade sendo fiel na aliança com Deus, tanto que foi considerado o pai da fé. Amém!
2-Trazendo a memória as promessas do Senhor através da sua aliança:
Para isso não depende das circunstâncias, está todo ruim, as portas ainda não se abriram? Traga a memória o que pode trazer esperança” Lm 3:21, nos ensina.
Ef 3:20 diz: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós”.
São as nossas limitações que lutam contra as Verdades de Deus. Como é que José, um prisioneiro, se tornou primeiro Ministro de um país? Quem é que lhe mandou fazer aqueles armazéns para guardar o trigo? Foi Deus! De repente, Deus o levanta e começa a colocar idéias na sua mente.
Quando a Bíblia diz que Deus dá forças para adquirirmos riquezas, Ele está dizendo: “Olha, Eu vou te capacitar a fazer coisas que a tua capacidade não seria capaz de fazer”. Ele vai iluminar a tua mente, a respeito de coisas que jamais imaginaria fazer. Você acredita que Deus pode fazer isso?
Ele fez comigo com minha casa:
Testemunho da nossa 1ª viagem para Jerusalém – eu trouxe a memória a promessa , quando Ele me disse que me levaria, ofertei com proposito...e por um milagre fui capacitada a trabalhar em uma área que eu jamais imaginava, dentre outros milagres que aconteceram, finalizando nossa viagem foi 100% milagre de Deus.

Eu trago a minha memória Sl 122:6, 7, 9 diz: “Orai pela paz de Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam. Reine paz dentro de teus muros e prosperidade nos teus palácios. Por amor da Casa do Senhor, nosso Deus, buscarei o teu bem”.
Paz e prosperidade vêm da mesma palavra original hebraica, SHALOM. Quem tem paz tem prosperidade, e vice-versa.

Olha o que diz o Salmo 105:8-10Lembra-se perpetuamente da sua aliança, da palavra que empenhou para mil gerações; da aliança que fez com Abraão e do juramento que fez a Isaque; o qual confirmou a Jacó por decreto e a Israel por aliança perpétua”.
Nós nos esquecemos rápido das promessas, Deus não! Sabe aquela aliança que você fez com Deus lá atrás. Todo dízimo que você devolveu, a oferta com proposito, que você deu nome, as primícias, Ele guarda, aliança perpetua! Qual é a esperança, que é âncora para nossa alma? A esperança, é que, aquilo Deus fez com Abraão, faça também conosco. Então vamos trazer a memória, Ele sempre vai nos dará forças para adquirirmos riquezas. Assim como fez com Abraão!
A Palavra é verdadeira. Deus vai liberar, hoje, a unção da multiplicação. Você vai crescer. Olha o que diz o Salmo 115:14: “O SENHOR vos aumente bênçãos mais e mais, sobre vós e sobre vossos filhos.”
Meu filho, recebe! Diga a teus filhos que eles têm a unção para adquirirem riquezas e que sobre eles está essa unção. Deus está fazendo isso sobre a sua descendência, sobre toda a Igreja.
Traga a usa memoria, Em Malaquias 3:10b diz: devolvo o dízimo, entrego a oferta “...e provai-me nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céus e não derramar sobre vós bênção sem medida”.
Se eu tenho para trazer, é porque Deus me deu. O dizimista é bem-sucedido, isso faz parte da Aliança de Deus.
Quando eu penso dessa forma, estou capacitado por Deus para ser uma bênção sem medida. Ele me dá capacidade para ir até onde não sou capaz de ir, de ser o que eu jamais poderia ser. Nós temos a unção. Não há acepção de pessoas, você quer ir para Jerusalém? Deus quer que todo o seu povo seja prospero e suba a Sião. Ame e ore por Jerusalém, a o decreto de prosperidade sobre você

Conclusão:
Deus está dando a habilidade, a capacitação, a unção, a direção, para que seu povo comece a adquirir riquezas.
Deus não permitirá que fiquemos por baixo,  que sejamos escravos, preso às dívidas. Hoje a nossa história vai mudar, através da nossa vida financeira com base nas promessas ligadas a aliança que temos com nosso Pai, porque, manteremos a nossa aliança com Deus através das finanças, com fidelidade através da nossa fé e trazendo a memória todas as promessas do Senhor para nossa vida. Amém!


Miss.Ioná - Igreja Águas Mooca

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Lula não quis falar sobre vaias

Lula não quis falar sobre vaias ao sair da missa a Campos

Dom, 17/08/2014 às 13:02 | Atualizado em: 17/08/2014 às 13:10

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula deixaram há pouco o Palácio Campo das Princesas, onde foi celebrada na manhã deste domingo, 17, uma missa campal em homenagem ao Eduardo Campos, que era candidato do PSB à presidência. O ex-presidente petista não quis comentar as vaias do público à Dilma Rousseff e alegou que não era momento para falar sobre o assunto.

Na saída de Dilma, a presidente e o adversário Aécio Neves evitaram uma aproximação e, por pouco, não se encontraram. Ao percorrer o corredor de saída do palácio, Lula foi muito assediado pelos presentes, que pediram para tirar fotografias com ele.

No caminho, Lula encontrou o candidato do PSDB ao Senado José Serra (SP) e o senador Aloysio Nunes Ferreira, vice na chapa de Aécio à presidência. Lula fez questão de cumprimentar os tucanos. 

domingo, 17 de agosto de 2014

Lula e Dilma são vaiados em Velório de Campos

17.ago.2014 - A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula chegam ao velório de Eduardo Campos no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual em Recife (PE) neste domingo (17). Eles foram vaiados quando chegaram, mas logo alguém puxou aplausos e as vaias pararam. Pessoas na plateia gritavam o nome de Campos

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Nossa Vida vem do Senhor.

Apresentado por Jennifer Colleti  na prova de Homilética da turma da Escola de Líderes Igreja Águas Mooca em Julho 2014.

Texto base: Amós 5:6
Buscai ao Senhor e vivei; para que não irrompa na casa de José como um fogo que a consuma, e não haja em Betel quem o apague.

Introdução:
Amós era um profeta simples e direto,  ele cumpriu uma ordenança do Senhor em levar a mensagem ao povo se Israel.
Aquela época era bem parecida com a de hoje, porque o povo de Israel era um povo idólatra que já vinha com essa prática de adoração a diversos deuses desde a época do Rei Salomão.

1° Ponto:
O povo de Israel estava andando por um caminho sem volta.
Aquela idolatria iria levá-los a perdição e a destruição.
Eles conheciam muito sobre as leis e as coisas do Senhor.
Mas não basta ter só o conhecimento, temos de ter dentro de nós, no nosso coração.
E o Senhor queria muito a correção daquele povo. Ele queria o arrependimento e a obediência deles.
Tudo isso porque Deus é amor, Deus nos ama.
Deus quer que nós nos reconciliemos com Ele, para que possamos sair daquele pecado e avançar para tudo que tem reservado para nós.
Ele quer que nós o busquemos para termos Vida Plena, para que Suas promessas se cumpram em nossas vidas e para a nossa Salvação.
Assim como está no versículo 4: Buscai-me e vivei.

2° Ponto:
A maior prova de amor que Deus nos deu, foi Ele ter entregue seu filho Jesus para nos limpar dos nossos pecados.
A todo tempo o Senhor nos chama a correção.
Foi assim naquela época e é assim também hoje.
Deus age o tempo todo assim. Com amor.
Ele usou o profeta Amós para falar aquele povo e hoje ele usa um Pastor para falar conosco, ele usa uma célula como ferramenta para ganhar vidas, para indicar o caminho correto.
Deus nos ama!!!

Conclusão:
Seguir o caminho correto não é fácil e também não é simples.
Eu tive que renunciar muitas coisas para andar no caminho correto, no caminho de benção e no caminho da promessa.
Eu andava perdida, com medo, sem rumo e sozinha.
Então o Senhor levantou alguém para falar comigo, para me trazer uma palavra que mudou a minha vida.
Buscai ao Senhor!!!
É isso que o Senhor tem para a minha vida e para a sua.
Eu abri mão de coisas que eram caras e valiosas para mim, mas estavam me afastando do Senhor.
E eu tive que escolher.
Não foi fácil tomar essa decisão, mas eu escolhi Buscar ao Senhor e nada me faltou.
O Senhor supriu e supre todas as coisas.
Porque Deus é amor, é vida.
Hoje eu tenho vida, e tenho a vida que vem do céu.
A vida abundante.
Amém!!!

Deus te abençoe.

O Senhor dá vida aos que o buscam e mostram arrependimento.

Apresentado por Yalin Cancanon Ramos  na prova de Homilética da turma da Escola de Líderes Igreja Águas Mooca em Julho 2014.

Texto base:  Amos 5:1-6
1.     Introdução:
Amos era um dos 12 profetas considerados como “menores” era fazendeiro, pastoreava ovelhas, cuidava de bois e se dedicava a cultivar figos. Era Tecoa 50 km ao sul de Belém de Judá. Diferente dos outros profetas não era membro da classe profética, mas Deus o escolheu para profetizar para os povos do norte de Israel. O fato dele não ser descendente de família reconhecida de profetas e ser considerado como um simples estrangeiro naquela terra fez com que o povo de Israel no princípio não acreditasse nas profecias de Amós. Muitos de nós como Amós podemos não ter nascido num lar cristão, mas se Deus nos escolhe para obra dele devemos obedecer ao chamado do Senhor e nós dispormos para servir ao Reino. Amós foi escolhido num tempo em que povo de Israel estava pervertido e completamente desviado dos caminhos do Senhor, ele foi usado para entregar a mensagem ao povo que, estava ignorando o que o Senhor tinha a dizer-lhes.

Amos 5:4 Pois assim diz o Senhor à casa de Israel: Buscai-me e vivei.
Amos 5:6 Buscai ao Senhor, e vivei; para que não irrompa na casa de José como fogo e a consuma, e não haja em Betel quem o apague.

2.     Buscar ao Senhor e se arrepender.
Buscar significa: tratar de descobrir, procurar, examinar, investigar, conseguir.
Buscar a Deus: Significa estar desejoso de se conformar com a vontade de Deus. 
A Bíblia diz que devemos buscar a Deus de todo nosso coração, de toda nossa alma, de todo nosso corpo e de todo nosso entendimento. Os relatos históricos daquele tempo dizem que o povo continuava com suas práticas religiosas, mas que estas estavam totalmente distorcidas.
Jeremias 29: 13 Buscar-me-eis, e me achareis quando me buscares de todo o vosso coração.
Devemos buscar a o Senhor nosso Deus através da oração:
Jó 5:8 Mas quanto a mim eu buscarei a Deus e entregarei a minha causa.
Jejuando, Meditando na palavra, mas buscar somente não é suficiente, precisamos mostrar arrependimento sincero ao Senhor, dos nossos erros e pecados, rasgar nosso coração e quebrantarmos perante sua presença, reconhecendo a Soberania de Deus, como fizeram Davi e Daniel.
Deus estava chamando o povo para o arrependimento, e pela sua misericórdia estava avisando-lhes que o juízo viria sobre eles para assim dar-lhes a oportunidade, se não de evitar o juízo, pelo menos de preparar-se para ele.
Crónicas 7: 14 e se meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
Às vezes estamos tão envolvidos com nossa vida social, nosso sucesso pessoal e/ou profissional que por momentos deixamos de cumprir nosso compromisso com o Senhor que deveria estar sempre em primeiro lugar. Deus usa seus servos e profetas como o melhor recurso, para alertar-nos a reconciliarmos com Ele, busca-lo novamente na oração, meditação, Ele nos constrange e nos leva ao arrependimento, para continuar no caminho, planos e propósitos que Ele tem para nós, e a partir daí começaremos a viver a vida que Ele tem para nós.

3.     O que é receber vida do Senhor?
Vida é Princípio de existência de força; condições de bem-estar, vigor, energia, progresso, fundamento, essência. 
Naquele tempo o povo de Israel se sentia com tranquilidade e bem-estar, era uma época de riqueza e prosperidade, o qual provocou suas corrupções sociais e religiosas. A vida fácil estava debilitando moralmente a nação que se tornou espiritualmente fraca e moralmente corrompida.
As pessoas, em sua maioria, afirmavam serem religiosas, mas viviam de uma maneira que negava uma verdadeira experiência com Deus.
O povo de Deus estava morto espiritualmente por isso Deus fez o chamado a viver a vida do Senhor, uma vida santa, digna, justa, uma vida na direção do Senhor, para que fossem salvos eles e suas gerações futuras.
Davi buscava ao Senhor antes de enfrentar-se a cada batalha e era salvo; Daniel orava três vezes ao dia e quando foi injustamente acusado, Deus fechou a boca dos leões na cova. Jesus quando estava sendo sacrificado na cruz sabendo que ia ao Pai diz Pai nas tuas mãos encomendo meu espírito, o resultado foi a ressureição.

4.     Conclusão:

Precisamos buscar ao Senhor e nos arrepender, e teremos uma nova vida, renovada, restaurada, próspera, justa, cheia de esperanças, nossos sonhos serão ressuscitados, nossas perdas restituídas; assim teremos vida eterna e salvação para nós e nossas gerações futuras. Deus pode nos dar uma ordenança na palavra, mas também a través dela nos dá prova do seu amor e sua misericórdia conosco e nossos descendentes Ele sempre nos deixa também a alternativa de salvação e esperança e nos marca com uma promessa busca-me filho, e com certeza viveras eternamente.

Deus te abençoe.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Sou 12 que conquisto - Parte 7

Tema: mente que se amplia.

Atos 1:8 (texto base)

Jesus orientou que seus 12 ficassem em Jerusalém para receber o Espírito Santo.

Os 12 seguiam Jesus, sabiam fazer as mesmas coisas e caminhos que Jesus fazia. Já tinham sido usados,mas era hora de serem os discípulos e não apenas seguidores.

1. Não podemos ser 12 completos se não formos cheios do Espírito Santo.

Não fomos chamados apenas para copiar ou reproduzir alguém, mas há uma autenticidade, individualidade no chamado onde você deve ter princípios, mas o Espírito Santo quer agir em você, através de você e com suas habilidades e personalidade.
Mas sua alma não é suficiente para ser 12, é necessário ser cheio, revestidos do Espírito Santo.

2. Transformados para mente ampliada.

O 12 que conquista precisa crescer em sua mente.
Em Atos vemos que havia necessidade de crescer o entendimento, a visão.
Jerusalém, Judéia, Samaria e confins da terra.
Estes são níveis da visão, níveis da mente dos 12 que deveriam migrar, crescer, avançar.
Mas há uma ordem que Deus quer para nossas vidas, nao pode ser de uma vez.
Deus tem um projeto e um plano, mas o 12 que conquista precisa deixar sua mente crescer em Deus.
Em que Deus está te fazendo crescer? Não fique satisfeito com o que Deus ainda não está satisfeito!
Há níveis de crescimento. Você já mudou de nível?

Já se tornou líder de célula? já multiplicou sua célula? Já tem seus 12? Já avanços para outras regiões, cidades, estados, países? Há crescimento em todas as áreas da vida do 12 que conquista.

Deus tem uma unção de crescimento para sua mente e este será desatado hoje em nome de Jesus.

Deus te abençoe,

Mizinho (seu pastor)


terça-feira, 5 de agosto de 2014

Sou 12 que conquista - Parte 6


As conquistas do 12 baseadas em seu caráter

Atos 2:42-47 - Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos e à comunhão, ao partir do pão e às orações. 43 Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos. Os que criam sinais eram feitos pelos apóstolos. 44 Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum. 45 Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade. 46 Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, 47 louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.

Assim como foi nos tempos em que Jesus andou nessa Terra, 12 homens foram chamados pelo próprio Messias para fazer a diferença onde quer que chegassem. 12 seguidores de Jesus foram chamados para ser discípulo, ou seja, foram chamados para serem seguidores dos caminhos e dos passos do Mestre. 12 discípulos receberam o chamado de andar nos caminhos de Milagres, sinais, prodígios, maravilhas e principalmente receberam o chamado de levar salvação, cura e libertação e viver um nível de conquista inimaginável.

Durante esse jejum, vamos entender mais desse precioso chamado de ser 12, ser seguidor, ser discípulo de Jesus, ser um conquistador, e então vamos decidir firmar nossos pés, definitivamente, nesses mesmos caminhos que foram desbravados pelos primeiros Apóstolos. Você é chamado para ser 12, você é chamado para ser conquistador e sua conquista é algo inimaginável para nós.

E assim também foi com a igreja primitiva. Depois da ascensão de Jesus e da vinda do Espirito Santo, todos os 12 e discípulos daquela época começaram a pregar as boas novas levando salvação e conquistando vidas para o Senhor Jesus, algo que eles não conseguiam mensurar. 

Por isso, para que a nossa conquista também seja sobrenatural precisamos cada vez mais do Espírito Santo habitando em nós e nos enchendo de poder.

Cheios do Espirito Santo, os 12 Apóstolos e suas gerações eram movidos a ter uma nova forma de viver e de se relacionar, e isso fazia com que crescessem, em número e espiritualmente, na prosperidade além de ver os sinais, maravilhas e os milagres acontecendo através de seus líderes.

E lendo esse trecho do livro de Atos, encontramos algumas atitudes que marcaram o caráter daqueles discipulos.

Dedicação (v 42) A palavra dedicação significa afeto, ou amor extremo a alguém ou alguma coisa.

Essa era a marca dos primeiros cristãos, eles eram DEDICADOS;

Dedicados ao ensino dos Apóstolos, isso fazia com que eles crescessem espiritualmente
Dedicados à comunhão, sempre estavam juntos, eram unidos
Dedicados à oração, não descuidavam da oração uns pelos outros.

Cheios de Temor (v 43) Uma das traduções para temor no hebraico e no grego significa, reverência, respeito, ou seja, estar cheio de temor à Deus significa que devemos ter respeito e reverência à Ele e aos seus feitos, e Honrá-lo por quem Ele é. E essa era a outra marca dos cristãos.

Eram generosos (v-45) Jesus ensinou sobre a generosidade e que era melhor dar do que receber. Além disso eles conheciam princípios de semeadura e colheita, princípios do dízimo, ofertas e primícias, logo eles estavam Habilitados no reino do Espírito para prosperar.

Alegria, sinceridade de coração (v 46) Voltando um pouco ao tema ter comunhão com nosso irmão, muitas vezes sabemos os desafios de convivermos com as pessoas, muitas vezes não conseguimos conviver direito nem com aqueles que dizemos que amamos, pais, irmãos, filhos, cônjuge, etc.
Ter alegria e sinceridade de coração na convivência com os irmãos é essencial para aqueles que creem em Jesus, pois isso atrai cada vez mais pessoas.

Louvor e adoração (v47) O louvor e adoração à Deus é uma das armas espirituais que atraí Sua Unção à nós. Cheios da Unção de Deus teremos conquistaremos a simpatia de todas as pessoas com quem nos relacionamos diariamente e aí aos poucos elas serão acrescentadas, dia após dia aos que vão sendo salvos.

Essas são as marcas de um 12 conquistador:

Dedicação em tudo o que faz
Temor à Deus
Generosidade com o próximo e com a obra de Deus
Alegria e sinceridade de coração
Louvar e adorar à Deus em todo o tempo.

Fazendo isso você está abrindo as portas para os milagres de Deus em sua vida.

Pr Kleber R. Jacinto - Igreja Águas Mooca

SOU 12 QUE CONQUISTO - Parte 5


Tema da noite: “Doze não desiste, segue a Jesus persevera e prospera!”
Texto base: João 6:60-68
60 Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?
61 Sabendo, pois, Jesus em si mesmo que os seus discípulos murmuravam disto, disse-lhes: Isto escandaliza-vos?
62 Que seria, pois, se vísseis subir o Filho do homem para onde primeiro estava?
63 O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos digo são espírito e vida.
64 Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar.
65 E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido.
66 Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele.
67 Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?
68 Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.
João 6:60-68

Neste capitulo o apostolo João narra que Jesus já havia feito:
Muitos milagres e curas
Multiplicado os pães e alimentado todo o povo
Havia andado sobre o mar
Mas o povo estava ávido por comida para o alimento do corpo do que aquela que realmente Jesus estava oferecendo, eles não estavam atrás de redenção e transformação, o que Jesus tinha para o povo era muito mais que comida para o corpo era o alimento eterno para o espírito e para alma.
Ele falava das coisas do alto que o que chama atenção é que ele enfática que é aquele que veio trazer salvação ao mundo (v.39 e 40) e que ele é o pão da vida (v. 57).
Mas o cerne hoje é que o 12 para ser conquistador tem que ter em sua atitude o fator de ser indesistível!
Ser discípulo é andar seguindo o mestre Jesus e saber que Ele sempre tem as palavras de vida eterna, mas o discípulo até que se torne um 12 é um 12 conquistador.
A história é marcada pela evolução de 12. Ismael teve 12, mas nenhum fez história. Depois vieram os 12 de Jacó, dos quais somente um fez história. Moisés teve 12, dois fizeram história. Jesus teve 12, dos quais três ficaram em evidência. Você fará história como um 12 conquistador em nome de Jesus Cristo!
Existem diferenças entre o discípulo e o 12, e duas delas que chamam mais atenção:
O discípulo atende o chamado, já o 12 o cumpre.
O discípulo pode (não que deva) deixar seu mestre quando não aceita o confronto, já o 12 fica com o mestre não importando as circunstancias.
Mas para ser 12, você tem que ser testado como discípulo, e isto não implica que você sendo 12 jamais será testado, jamais falhará, não definitivamente não, mas implica em um nível de autoridade maior e é isto que eu te apresento hoje. Entra em um nível maior de prosperidade.
Os 12 têm níveis maiores de conquista, porque a ele são confiados territórios, ele tem sobre si uma responsabilidade maior que um discípulo. Os 12 têm um caráter indesistível. Uma pessoa que é 12 tem maturidade suficiente para não desistir diante de um confronto. O confronto é necessário. O confronto é a semente para a cura.
Quando há desistência, é porque havia imaturidade. Mas os 12 são indesistíveis porque reina neles o caráter da maturidade. Através dos 12, o crescimento é desatado de forma sobrenatural. Os 12 fazem nascer uma multidão sem limites.
Os 12, através da maturidade, trazem O sobrenatural de Deus. Mesmo passando por guerras e dificuldades, não desistem, porque sabem que as guerras trazem consigo despojo, riquezas.
Em Gênesis 14, está escrito que depois da guerra temos direito ao despojo. Se você está enfrentando guerras, saiba que haverá despojo, mas somente para os indesistíveis, pois estes colhem abundantemente.
Os indesistíveis trazem despojo e colhem prosperidade. Foi por isso que Jesus perguntou se queriam desistir. Mas Pedro respondeu que não tinham para quem ir a não ser para Ele mesmo, pois somente Ele tinha as palavras de vida eterna.
Nosso chamado como 12 é cumprir o chamado feito por Jesus em Matheus 28, nosso chamado é cumprir com o que foi proposto que é a vontade do Pai que ninguém se perca e que sejam salvos com muita maturidade!
Um 12 gera 12, você irá prosperar muito cumprindo o chamado que Jesus lhe confiou, acredite você é chamado de 12 para frutificar, crescer e multiplicar!
Nossa prosperidade e nossa conquista ela é primeiramente no campo espiritual e consequentemente no mundo físico. Deus irá te abençoar em todas as coisas que você fizer dentro daquilo que ele determinou para você fazer!
Creia que se Deus te chamou, Jesus já te capacitou, o Espirito Santo te guiará para ser um 12 de muita conquista, para um tempo de maturidade em que você será indesistível e prospero nesta unção, creia você é Doze abençoado nesta terra!

Pr. Luis Santana - Igreja Águas Mooca
Com trechos de referencia do livro “M12 o Modelo de Jesus” – Capitulo 11 – “O Modelo dos 12 e a promessa da Conquista” – Ap. Rene Terra Nova.

Versículos usados
39 E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.
40 Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.
João 6:39-40

“Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.”
João 6:45

“Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim.”
João 6:57