AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

22 a 24/09 – sex – 21h30 – Encontro com Deus (inscrições Dca. Eliane)

23/09 – sáb – 19h30 – RJA Rede de Jovens JUMP

29/09 - sex - 20h - RCA Rede de Casais - Decorando a casa com Amor.

30/09 – sáb – 10h – RIA – Treinamento da equipe


Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Família Liberta - Parte 06

É aquela que deixa Jesus tomar o seu devido lugar na família

Como temos sido ministrados nestes dias de jejum, sabemos que a família é projeto de Deus, Ele ama as famílias, e tem  bênçãos  para a minha e a sua família, através da promessa que Ele fez desde Abraão,
“... e em ti serão benditas todas as famílias da terra.” Gn 12:3b

Porém, é necessário nos atentar para que não venhamos  ser roubados destas bênçãos. Na vida de Abraão podemos identificar como tomar posse destas benção: ouvir a Deus e obedece-lo, colocando-o em primeiro lugar em nossas vidas, no lugar de honra.

IRMÃOS LIBERTOS. Este é o foco desta noite.
A dois pontos muito importantes que quero compartilhar:

1) A família precisa se desfazer de tudo aquilo que tenta ocupar o lugar de Deus.
Gênesis 35:2 “Então, disse Jacó à sua família e a todos os que com ele estavam: Lançai fora os deuses estranhos que há no vosso meio, purificai-vos e mudai as vossas vestes”.

Muitas vezes deixamos entrar intrigas entre os irmãos competitividade, e divisão tamanha é a dificuldade que se encontra na maioria dos lares, quem sabe estas brigas não estão acontecendo porque os filhos tem os seus próprios altares: é a MINHA roupa, o Meu celular, MEU PAI MINHA mae... qual tem sido o alimento dos nosso irmãos, quem eles tem idolatrado, quais tem sido os motivos das brigas e desamor, em quem eles tem depositado sua confiança, com quem ou com o que eles tem passado a maior parte do seu tempo, onde está o coração dos nossos irmãos?
Vamos pedir perdão a Deus por ter, ainda que por um pouco de tempo, permitido que outras coisas entrassem em nosso lar e empurrassem o trono do Senhor para um cantinho da nossa casa. Purificação da família, está é a ordem de Jacó, este deve ser o ensino e a prática de um lar que quer viver debaixo das promessas.

Efesios 4:28” ...Trabalhe com as mãos fazendo o que é bom para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.
Vamos ser esses vasos repartindo com os irmãos das nossas  família as bênçãos do Senhor. Amém!

2) Viver com fé , crer na recompensa dos justos prometido pelo Senhor.
Isaías 61:9 “A sua posteridade será conhecida entre as nações, os seus descendentes, no meio dos povos; todos quantos os virem os reconhecerão como família bendita do SENHOR”.
Romanos 12:10 “Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros”.
Essa é a recompensa de um justo, aquele que ouve ao Senhor, obedece, tem sua casa restaurada com relacionamentos de amor,  filhos e IRMÃOS abençoados e reconhecidos na sociedade como gente do bem, gente de Deus, cidadãos do céus.

Essas promessas estão sobre a nossa família, irmãos curados, saradas, libertos, tome posse nesta noite, família bendita do SENHOR !RECEBA!
Fiel é o Senhor que nos promete, porque ama as nossas famílias!

Miss. Ioná- Igreja Águas Mooca

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Família Liberta - Parte 5

João:9

1 E passando Jesus, viu um homem cego de nascença.
2 E os seus discípulos lhe perguntaram, dizendo: Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?
3 Jesus respondeu: Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.
Muitas vezes queremos achar uma razão que justifique nossa dor, infelicidade, fracasso ou mesmo uma doença.
Não que esteja errado avaliar onde falhamos e precisamos consertar, mas muito mais importante do que isso é deixar Jesus vir e agir em qualquer que seja a situação.
Imagine como fica a situação de uma família que um dos filhos nasce deficiente, surdo ou cego como acabamos de ler.
Hoje muitas ações são feitas para acessibilidade, mas na época de Jesus o que poderia restar para um cego? O versículo oito diz que ficava assentado, mendigando.
Diante de uma pessoa condenada ao seu estado, sem esperança, até os discípulos de Jesus queriam entender o que houve de tãoerrado que justificasse tudo aquilo, e aexplicação de Jesus foi: para que fosse manifestada a Glória de Deus.
Aquela família precisava ser liberta, precisa de uma restauração, de uma nova esperança que mudasse por completo aquela realidade.
A cegueirnão poderia mais determinar o futuro.  Hoje o Senhor quer entrar na sua casa e fazer manifesta Sua glória, sua família vai ser alvo de milagres, quer cegueira física ou espiritual cairá por terra.
Precisamos crer para sermos libertos. Jesus fez lodo, untou os olhos do rapaz e mandou lavá-los no tanque.
Da mesma forma precisamos ser lavados pelas águas do enviado (tanque de Siloé v.7).
Hoje tem águas para você e para sua famíliase lavar:

Da descrença,

Dos julgamentos,

Da falta de esperança

Da amarras que te impedem de tentar de novo

Da tristeza, da amargura

Dos fracassos e da dor que cegaram suavisão
Vai acontecer tanta mudança na sua vida que questionarão se é você ou outra pessoa. 9Uns diziam: É este. E outros: Parece-se com ele. Ele dizia: Sou eu.
Uma família liberta é aquela que impacta a vida de outros. Os vizinhos vinham ver o que tinha acontecido com eles, os fariseus chamaram os pais para dar explicações do que tinha acontecido.
Se você crer, você e sua família serão salvos.Eles responderam: "Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa". Atos 16:31
Não é mais tempo de se ver como alguémcom falta de sorte, que não dá certo, com um destino marcado para sofrimento, Jesus quer entrar em sua família para que ela seja testemunho da Glória de Deus.
Hoje o Senhor te pergunta...
35 Crês tu no Filho de Deus?
36 Ele respondeu, e disse: Quem é ele, Senhor, para que nele creia?
37 E Jesus lhe disse: Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo.
38 Ele disse: Creio, Senhor. E o adorou.
39 E disse-lhe Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não veem vejam, e os que veem sejam cegos.

Você e sua família foram escolhidos para ver o Senhorbem-vindo ao tempo de andar emliberdade, sem limitações.

Pra. Rosana

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Família Liberta - Parte 4

Pais Libertos.

1. Confessar pecados dos pais.
“Orei ao Senhor, ao meu Deus, e confessei: "Ó Senhor, Deus grande e temível, que mantém a sua aliança de amor com todos aqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos, nós temos pecado e somos culpados. Temos sido ímpios e rebeldes, e nos afastamos dos teus mandamentos e das tuas leis. Não demos ouvido aos teus servos, os profetas, que falaram em teu nome aos nossos reis, aos nossos líderes e aos nossos antepassados, e a todo o povo desta terra. "Senhor, tu és justo, e hoje estamos envergonhados. Sim, nós, o povo de Judá, de Jerusalém e de todo o Israel, tanto os que estão perto como os que estão distantes, em todas as terras pelas quais nos espalhaste por causa de nossa infidelidade para contigo. Ó Senhor, nós e nossos reis, nossos líderes e nossos antepassados estamos envergonhados por termos pecado contra ti.” (Daniel 9:4-8)

Não há dúvida que Daniel confessou pecados dos pais.
É certo que Jesus já se fez maldição por nós morrendo na cruz e nos deu vitória com sua ressurreição. Tudo está pago, aleluia!!!
Porém quando o povo estava escravo de pecado, preso nas garras do engano e debaixo da correção de Deus, foi assim que Daniel buscou a libertação.
Muitos de nossos pais ainda andam no reino das trevas e escravos do pecado e com base na oração de Daniel podemos gerar libertação através de confissão de pecados de nossos pais.

2. Qual a importância?
“5 - E o SENHOR desceu numa nuvem e se pôs ali junto a ele; e ele apregoou o nome do SENHOR. 6 - Passando, pois, o SENHOR perante a sua face, clamou: JEOVÁ, o SENHOR, Deus misericordioso e piedoso, tardio em iras e grande em beneficência e verdade; 7 - que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniquidade, e a transgressão, e o pecado; que ao culpado não tem por inocente; que visita a iniquidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até à terceira e quarta geração.”( Exodo 34: 5 a 7)

Não há dúvida que não falamos mais de maldição, mas que Deus está atento aos reflexos das atitudes dos pais no filhos.
Não há pai que gere história para seu filho.
Nossa oração por nossos pais mudará a história deles e a nossa.

3. Qual a garantia que temos?
Saberás, pois, que o Senhor teu Deus, ele é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e guardam os seus mandamentos.

Nosso pais viverão libertos por um Deus de amor e pela confissão de pecados e eles viverão a libertação e nós seremos abençoados debaixo da aliança e misericórdia de Deus.

Sejam libertadores.

Deus te abençoe,


Mizinho (seu pastor)

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Familia Liberta - Parte 3

Filhos Libertos

Texto Base: Gênesis 12:1-4
1 Então o Senhor disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei.
2 "Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção.
3 Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados".
4 Partiu Abrão, como lhe ordenara o Senhor, e Ló foi com ele. Abrão tinha setenta e cinco anos quando saiu de Harã.

Na história bíblia um pai que se destaca no quesito liberdade é Abraão.

Apesar do ter errado e muito, ele era sim prisioneiro de uma promessa, ao qual, lhe libertava de amarras e principalmente bloqueios que o impediriam de ver que ela (promessa) se cumpriria em sua vida.

Pais que são livres geram descendência livre! Você hoje recebera de Deus esta unção e fará com que sua descendência seja livre nesta terra:

Para termos uma ideia melhor das diferenças de um Pai Libertador vamos fazer uma comparação entre Abraão e Ló:
Abraão
Decide pelo que Deus lhe diz
Decide pelo que vê
Caminha em seus próprios propósitos
Caminha no proposito de outros
Oferece o filho a Deus
Oferece os filhos ao pecado
Peca, mas tem liberdade e principalmente vontade de corrigir o erro.
É prisioneiro do pecado
Tem incontáveis familiares
Perde familiares
Conduz os filhos a uma vida virtuosa
É conduzido ao erro pelos filhos
Tem esperança e futuro
Fica sem esperança e futuro
Gera descendência vitoriosa
Gera descendência conturbada
E guiado pelo Espirito
Não é guiado pelo Espirito

Pode parecer uma simples tabela de comparações entre Abraão e Ló mas se atentarmos bem aos detalhes a bíblia relata inúmeros erros de Abraão, mas ele tem promessa, esperança, tem chamado é principalmente é obedientes a Deus, isto lhe proporciona uma libertação sem limites o que gera benção em sua família.

Quando há decisão, há libertação!
A história de Abraão é contada no livro de Genesis a partir do capitulo 12 até o 25, cheio de detalhes de informações, guerra, aventuras, inúmeras situações são narradas, mas o centro está em observar que ele era livre para estabelecer o proposito que Deus havia lhe prometido e buscou com toda sua força e empenho, estabelecer uma nação, que até passou por provações e cativeiros mas é livre. Israel.

A promessa de Deus liberta-nos, liberta nossa família, liberta nossos filhos.
O fato principal e marcante na história de Abraão está a seguir:
1 Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova, dizendo-lhe: "Abraão! " Ele respondeu: "Eis-me aqui".
2 Então disse Deus: "Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei".
Gênesis 22:1-2

Como é possível entregar sua descendência em sacrifício?

Esta é a chave, entregar seus filhos ao Senhor, se não entregarmos a Deus nossa herança nesta terra e consagrá-los e levá-los ao conhecimento da verdade que liberta para que eles tenham suas próprias experiências com Deus e suas provas, desta forma eles se tornarão livres.

Notar que somente pelo fato de estarem perto de nós, tal como Ló estava de Abraão, não irá garantir uma vida de liberdade.

Hoje Deus deseja nosso coração liberto e confiante nEle e isto afetará nossas gerações, somos livres para servir a Deus para amá-Lo e principalmente seguir suas instruções, somos libertos em Cristo, e isto se estende de geração em geração.

Concluindo o tema de o texto que descreve a benção que Deus sobre Abraão aponta para uma verdade até os dias de hoje
15 Pela segunda vez o Anjo do Senhor chamou do céu a Abraão
16 e disse: "Juro por mim mesmo", declara o Senhor, "que por ter feito o que fez, não me negando seu filho, o seu único filho,
17 esteja certo de que o abençoarei e farei seus descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e como a areia das praias do mar. Sua descendência conquistará as cidades dos que lhe forem inimigos
18 e, por meio dela, todos povos da terra serão abençoados, porque você me obedeceu".
Gênesis 22:15-18

Seja um abençoado liberto para abençoar e libertar seus filhos do domínio do pecado!

Pr. Luis Santana - Igreja Águas Mocoa