AVISOS da SEMANA

AVISOS:

Todas as segundas-feiras – 19:00h – Intercessão.

23 a 30/07 - Jejum - Minha família no altar (todas as noites na igreja)

29/07 - sáb - 19h30 - FRUTO FIEL

30/07 - dom - 10h e 18h - Teatro Minha família no Altar

05/08 - sáb - 10h - Treinamento Diaconia

06/08 - dom - 9h - Caminhada pela PAZ na MOOCA.

06/08 - dom - único culto as 18h.

09/08 - qua - 20h - Noite do empreendedor - Transformando Ideias em Ações com Pr. Leandro Reis

11/08 - sex - 19h30 - RAD - Qual é o seu talento?

12/08 - sáb - 19h30 - R. Jovens - Evangelismo

13/08 - dom - 10h - Ministração Pr. Davi Silva

18/08 - sex - 20h - Rede de Casais

19/08 - sáb - 16h30 - Congresso Interno M12 (entrada franca)

20/08 - dom - 18h - Ministração Pr. Douglas Soares - M12 Ceará

24/08 - qui - 20h - Teatro - Conquistador que vê o que Deus vê.


Postagens

Células nas casas - confira a mais próxima de você.

. 2ª feira......... 19h Culto de Intercessão
20h15.. Escolas Líderes e Teológica
. 5ª feira ........ 20h.... Culto

. 6ª feira ....... 20h ... Rd da Família (confira agenda)
. 6ª feira ....... 20h ... Rd adolescentes(confira agenda)
. Sábados...... 19h30.. Rd de Jovens (confira agenda)
. Domingos... 16h45... Pós Encontro e Esc. de Líderes
. Domingos... 10h e 18h..... Culto de Celebração

domingo, 31 de janeiro de 2010

Seguindo a Arca

Seguindo a Arca

Palavra aos 12 – Jan 2010

Deus é bom e tem o ano de 2010 abençoado.

Hoje entramos em 2010 como 12. Você é 12.

O povo de Deus sabia reconhecer um novo tempo e profetizar sobre ele e buscar à Deus sobre o novo tempo, nova colheita, nova terra.

Em Josué 3:1 a 5
1 ¶ Levantou-se, pois, Josué de madrugada, e, tendo ele e todos os filhos de Israel partido de Sitim, vieram até ao Jordão e pousaram ali antes que passassem.
2 Sucedeu, ao fim de três dias, que os oficiais passaram pelo meio do arraial
3 e ordenaram ao povo, dizendo: Quando virdes a arca da Aliança do SENHOR, vosso Deus, e que os levitas sacerdotes a levam, partireis vós também do vosso lugar e a seguireis.
4 Contudo, haja a distância de cerca de dois mil côvados entre vós e ela. Não vos chegueis a ela, para que conheçais o caminho pelo qual haveis de ir, visto que, por tal caminho, nunca passastes antes.
5 Disse Josué ao povo: Santificai-vos, porque amanhã o SENHOR fará maravilhas no meio de vós.

Vemos neste contexto que havia instrução, submissão, cuidado e reverência.

Mas havia uma lição de que a arca iria se movimentar.

Tempo de arca parada é instrução, arca no centro.

Tempo em que a arca se movimenta, precisamos receber instrução enquanto a arca se movimenta.

O texto diz (v. 4) que o povo deveria seguir a arca.

A arca é quem vai mostrar o caminho. Não podemos ir a frente, mas seguir.

O caminho da arca era novo e desconhecido, onde passariam por onde nunca haviam passado e pensado.

E assim será me 2010, seguindo a arca passaremos por caminhos novos, desconhecidos, lugares inesperados, mas nestes caminhos será onde o Senhor nos dará nossos 12.

Josué 4:1 a 3
1 Tendo, pois, todo o povo passado o Jordão, falou o SENHOR a Josué, dizendo:
2 Tomai do povo doze homens, um de cada tribo,
3 e ordenai-lhes, dizendo: Daqui do meio do Jordão, do lugar onde, parados, pousaram os sacerdotes os pés, tomai doze pedras; e levai-as convosco e depositai-as no alojamento em que haveis de passar esta noite.

Em 2010, você conquistará seus 12.

Deus te abençoe.
Shalom, shalom.
Ap. Valdemir Arnesi - Mizinho

Perseverar em seguir o Senhor, Deus de Israel!

Perseverar em seguir o Senhor, Deus de Israel!
Josué 14:6 a 15
“6. Chegaram os filhos de Judá a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia, a respeito de mim e de ti. 7. Tinha eu quarenta anos quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barnéia para espiar a terra; e eu lhe relatei como sentia no coração. 8. Mas meus irmãos que subiram comigo desesperaram o povo; eu, porém, perseverei em seguir o Senhor, meu Deus. 9. Então, Moisés, naquele dia, jurou, dizendo: Certamente, a terra em que puseste o pé será tua e de teus filhos, em herança perpetuamente, pois perseveraste em seguir o Senhor, meu Deus. 10. Eis, agora, o Senhor me conservou em vida, como prometeu; quarenta e cinco anos há desde que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e, já agora, sou de oitenta e cinco anos. 11. Estou forte ainda hoje como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força naquele dia, tal ainda agora para o combate, tanto para sair a ele como para voltar. 12. Agora, pois, dá-me este monte de que o Senhor falou naquele dia, pois, naquele dia, ouviste que lá estavam os anaquins e grandes e fortes cidades; o Senhor, porventura, será comigo, para os desapossar, como prometeu. 13. Josué o abençoou e deu a Calebe, filho de Jefoné, Hebrom em herança. 14. Portanto, Hebrom passou a ser de Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, em herança até ao dia de hoje, visto que perseverara em seguir o Senhor, Deus de Israel. 15. Dantes o nome de Hebrom era Quiriate-Arba; este Arba foi o maior homem entre os anaquins. E a terra repousou da guerra” (Josué 14:6 a 15).
INTRODUÇÃO:
Perseverar.
Como será que estamos em nossa perseverança quando passou apenas 1 mês de 2010?
O que é perseverar?
Segundo o Dicionário Bíblico é a permanência num estado ou numa atividade, mesmo em caso de oposição ou fracasso.
Segundo Dicionário da Língua portuguesa é continuar, persistir numa opinião, num costume que seja bom e também conservar-se firme, constante (num sentimento, numa resolução).
A palavra, no hebraico, significa ainda: plenitude, abundância, estar satisfeito, estar concluído, estar terminado, confirmar.
Quais foram os seus propósitos para o ano de 2010 no final do ano? Lembre-se que nós jejuamos.
Será que já se desanimou e desistiu de conseguir atingir os alvos, os objetivos?
Vamos ver a história de um homem que durante 45 anos não desanimou, até conseguir chegar ao seu objetivo, ao seu alvo.
CALEBE:
SEU CARÁTER NOBRE:
Era um seguidor fiel e tinha um espírito diferente: “Porém o meu servo Calebe, visto que nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o farei entrar a terra que espiou, e a sua descendência a possuirá” (Números 14:24).
Era um homem honesto: “Tinha eu quarenta anos quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barnéia para espiar a terra e eu lhe relatei como sentia no coração” (Josué 14:7).
Era cheio de amor fraternal (chamou os rebeldes de seus irmãos): “Mas meus irmãos que subiram comigo desesperaram o povo; eu, porém, perseverei em seguir o Senhor, meu Deus” (Josué 14:8).
Era decidido no agir: “Então, Calebe fez calar o povo perante Moisés e disse: Eia! Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela” (Números 13:30).
SUA FÉ:
Calebe firmava-se na promessa: “Eis que, já hoje, sigo pelo caminho de todos os da terra; e vós bem sabeis de todo o vosso coração e de toda a vossa alma que nem uma só promessa caiu de todas as boas palavras que falou de vós o Senhor, vosso Deus; todas vos sobrevieram, nem uma delas falhou” (Josué 23:14).
Cria na Palavra do Senhor: “Porém o meu servo Calebe, visto que nele houve outro espírito, e perseverou em seguir-me, eu o farei entrar a terra que espiou, e a sua descendência a possuirá” (Números 14:24). “... visto que andamos por fé e não pelo que vemos” (2Coríintios 5:7).
Tinha certeza da vitória: “Subamos e possuamos a terra, porque, certamente, prevaleceremos contra ela” (Números 13:30b).
Esperou 45 anos pela promessa: “Eis, agora, o Senhor me conservou em vida, como prometeu; quarenta e cinco anos há desde que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e, já agora, sou de oitenta e cinco anos” (Josué 14:10).
SUA ATITUDE INABALÁVEL:
Seguia fielmente ao Senhor: “...eu, porém, perseverei em seguir o Senhor, meu Deus” (Josué 14:8b).
Testemunhou a fidelidade de Deus entre os incrédulos: “1. São estas as heranças que os filhos de Israel tiveram na terra de Canaã, o que Eleazar, o sacerdote, e Josué, filho de Num, e os cabeças dos pais das tribos dos filhos de Israel lhes fizeram repartir 2. por sorte da sua herança, como o Senhor ordenara por intermédio de Moisés, acerca das nove tribos e meia. 3. Porquanto às duas tribos e meia já dera Moisés herança além do Jordão; mas aos levitas não tinha dado herança entre seus irmãos. 4. Os filhos de José foram duas tribos, Manassés e Efraim; aos levitas não deram herança na terra, senão cidades em que habitassem e os seus arredores para seu gado e para sua possessão. 5. Como o Senhor ordenara a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel e repartiram a terra. 6. Chegaram os filhos de Judá a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, lhe disse: Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia, a respeito de mim e de ti. 7. Tinha eu quarenta anos quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barnéia para espiar a terra; e eu lhe relatei como sentia no coração. 8. Mas meus irmãos que subiram comigo desesperaram o povo; eu, porém, perseverei em seguir o Senhor, meu Deus. 9. Então, Moisés, naquele dia, jurou, dizendo: Certamente, a terra em que puseste o pé será tua e de teus filhos, em herança perpetuamente, pois perseveraste em seguir o Senhor, meu Deus” (Josué 14:1 a 9).
Permanecia fiel, apesar de grandes ameaças: “Eis, agora, o Senhor me conservou em vida, como prometeu; quarenta e cinco anos há desde que o Senhor falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e, já agora, sou de oitenta e cinco anos” (Números 14:10).
SEU GALARDÃO:
Calebe pode entrar na terra prometida, a terra de Canaã: “... salvo Calebe, filho de Jefoné; ele a verá, e a terra que pisou darei a ele e a seus filhos, porquanto perseverou em seguir ao Senhor” (Deuteronômio 1:36).
Obteve Hebrom (que significa: comunhão) como herança: “Portanto, Hebrom passou a ser de Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, em herança até ao dia de hoje, visto que perseverara em seguir o Senhor, Deus de Israel” (Josué 14:14).
Deus deu-lhe uma vida saudável e longa: A Bíblia não registra sua morte, mas quando ele conquistou sua promessa tinha 85 anos e tinha muito vigor, o que nos leva a pensar que ele viveu muitos outros anos ainda.
Teve uma família ricamente abençoada: “Respondeu ela: Dá-me um presente; deste-me terra seca, dá-me também fontes de água. Então, lhe deu as fontes superiores e as fontes inferiores” (Josué 15:19).
Tornou-se uma bênção para todos os tempos: “Porém o campo da cidade, com suas aldeias, deram a Calebe, filho de Jefoné, por sua possessão” (Josué 21:12). Hoje quando queremos dar um exemplo de uma pessoa abençoada, muitas vezes usamos a vida de Calebe, que juntamente com Josué foram exemplo de fidelidade diante de Deus e de suas promessas.
CONCLUSÃO:
Quando temos a atitude de perseverarmos nos nossos propósitos de conquista de alvos e de objetivos, temos a ousadia de lembrar a Deus as promessas que Ele nos fez.
Foi o que aconteceu com Calebe. Ele foi a Josué, que agora era líder no lugar de Moisés, que havia morrido, e lembrou a Josué as promessas de Deus.
A terra seria distribuída às tribos, sem que as tribos pudessem escolher, mas Josué e Calebe tinham direito antes da distribuição à escolha das suas porções de terra.
“Tu sabes o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barnéia, a respeito de mim e de ti” (Josué 14:6b).
E porque eles tinha perseverado em seguir ao Senhor agora chegou o momento de receberem o cumprimento da promessa.
Deus quer que nossas atitudes reflitam principalmente aquilo que Ele mesmo colocou em nossos corações.
Calebe, em sua honestidade de coração, havia, com coragem, testemunhado o que ele observou na espionagem feita na Terra Prometida.
“... e eu lhe relatei como sentia no coração” (Josué 14:7b).
Deus quer a verdade no nosso coração e também a coragem e não somente na nossa mente.
Quando a verdade e a coragem estão em nosso coração, coisas impossíveis podem se tornar possíveis sim.
Assim perseveraremos em seguir ao Senhor, com verdade com coragem.
Retome agora, imediatamente, os seus propósitos para o ano de 2010.
Não é hora de desistir de conquistar as promessas de Deus para a sua vida.
Vamos, portanto, perseverar em seguir o Senhor, Deus de Israel.
Amém!
Escrita por: Ap. Bertoni

PRAZER NO CASAMENTO

PRAZER NO CASAMENTO

A palavra prazer aparece 48 vezes na Bíblia, sendo 41 no Velho Testamento e 7 no Novo Testamento.

Significados:
GREGO eudokew eudokeo yoo-dok-eh'-o
HEBRAICO eev sha`a` shaw-ah'

Base bíblica do Prazer
1 João 4:19 Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.

Exemplo de Deus é nos amar mesmo antes de amarmos a Ele.
A fonte do prazer no casamento é ser usado para o prazer do outro.
Fomos educados às trocas. Dar se receber.
Amamos os filhos se fizerem tais coisas, ou teremos relacionamentos agradáveis Se você passar de ano, lavar a louça, casar com quem eu quero que case...... o prazer não depende do SE.

MAS FOMOS EDUCADOS ASSIM.

MAS O ENSINO DA PALAVRA NÃO TEM O SE.....

Ele nos amou sem o SE e Deus é o nosso exemplo.

Na Psicanálise estudos de Freud fundamentam:
O caráter sagrado do prazer é a percepção do que realmente é importante para nós e todas as conseqüências pessoais e sociais de nossas escolhas.

A parte mais negativa do prazer observada hoje em dia é a competição que leva ao sadismo e exclusão social.

O prazer verdadeiro equivale a ausência de comparação.

Certamente existem regras e o fato de obedecer, submeter às regras é ingrediente / premissa do prazer.

Quando a mulher faz o almoço, fala sobre a vida financeira, dá satisfação de onde está... SIGNIFICA obedecer regras e está montando um cenário de prazer.

Este prazer será colhido em DUAS áreas:

1. Comunicação com concordância

DIÁLOGO de Cantares

MULHER 4 Leva-me após ti, apressemo-nos.
5 Eu estou morena e formosa, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão.
14 Como um racimo de flores de hena nas vinhas de En-Gedi, é para mim o meu amado.
16 Como és formoso, amado meu, como és amável! O nosso leito é de viçosas folhas,

HOMEM 9 Às éguas dos carros de Faraó te comparo, ó querida minha.
10 Formosas são as tuas faces entre os teus enfeites, o teu pescoço, com os colares.
15 Eis que és formosa, ó querida minha, eis que és formosa; os teus olhos são como os das pombas.

Deus fez a mulher como melhor companheira do homem.
As suas melhores conversas tem que ser entre vocês dois.
Prazer na comunicação fala de respeito.
Prazer na concordância. DELÍCIA DE CONCORDAR.

PORFIA – pecado, obra da carne, do cabeça dura que discuti TUDO.
É OBRA DA CARNE e o prazer é carnal.
Vencer a discussão é papel de CARNE, alguém sem Jesus.
NÃO DÁ PRAZER.

2. Relação Sexual

1 Cor 7: 1 a 6 "Quanto ao que me escrevestes, é bom que o homem não toque em mulher ,. mas, por causa da impureza, cada um tenha a sua própria esposa, e cada uma, o seu próprio marido. O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência. E isto vos digo como concessão e não por mandamento. Quero que todos os homens sejam tais como também eu sou; no entanto, cada um tem de Deus o seu próprio dom; um, na verdade, de um modo; outro, de outro".

Quando não temos relações por descuido, diferenças, falta de prazer, brigas, ESTAMOS ABRINDO PORTAS DE TENTAÇÃO PARA satanás.

Deus fez algo bom e hoje é dia de compromisso.

O prazer está ligado em meu corpo servir ao prazer de meu cônjuge.

Hoje Deus vai restaurar o prazer genuíno da palavra em você.

Deus te abençoe.
Ap. Valdemir Arnesi - Mizinho

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Transformando pressão em Poder de Deus.

Mt 26:36-39

Jesus, é o nosso Modelo em tudo, e nesta passagem encontramos o nosso herói em um de seus piores momentos antes da crucificação, o momento da decisão entre fazer a vontade de Deus, e entregar-se à morte por nossos pecados, ou fazer a sua própria vontade e sair daquele lugar e ir embora.

Jesus nesse momento estava sendo pressionado por circunstâncias, por sua alma, por sua natureza humana e por isso, diz a palavra que ele estava triste e angustiado. Mas Yeshua resolveu enfrentar a pressão e cumprir a vontade de Deus, decidiu fazer a vontade do Pai e mesmo sabendo do que enfrentaria e pedindo para que se fosse possível, que se passasse dEle o cálice. Jesus deixou claro que não era a Sua vontade que deveria prevalecer, mas a vontade do Pai.

Cálice significa mudança, transição, transformação. E precisamos estar atentos para as mudanças que Deus quer fazer em nós. Precisamos compreender onde está esse cálice do Reino de Deus. Esse cálice é representado por nós. Somos os cálices onde Deus vai derramar o vinho novo para transbordar o sobrenatural.

Esse era o momento que Jesus precisava para enfrentar a cruz, o momento em que Ele definitivamente matou sua vontade e encheu-se do poder de Deus através da pressão. [Lc 22:43 “Apareceu-lhe então um anjo do céu que o fortalecia.”]

Precisamos definir Poder de Deus. Poder não é somente aquilo que experimentamos quando o Espirito Santo é derramado em nós [tremedeira, perde o controle das pernas e cai, unção do riso, do leão, da águia, etc], isso é precioso e valioso, mas Poder de Deus é quando somos cheios do Espirito Santo [com ou sem manifestações sobrenaturais] e esse poder se transforma em vitória, quando vencemos desafios, quando rompemos em algo que não conseguíamos sequer andar.

Para que o Poder de Deus? Para que as manifestações espirituais se não temos nosso caráter transformado, se não mudamos, se não rompemos, se não conquistamos níveis mais altos?

Poder de Deus é para resultados.

E o Poder de Deus só vem em nossas vidas quando buscamos mais e mais dEle em nós, quando nos consagramos [orando e jejuando], quando nos santificamos [fugimos do pecado] cada vez mais, quando o adoramos cada vez mais, quando estudamos e meditamos cada vez mais em Sua palavra.

E muitas vezes isso acontece quando somos pressionados, quando sofremos uma pressão.

Quantos querem ser cheios do Poder de Deus?

Mas eu tenho que lhe dizer algo. A pressão é diretamente proporcional a medida de Poder.

REPITA - A medida de Poder é medida de pressão.

Não é possível haver Poder sem haver pressão.

Deus vai usar a pressão do pecado para te livrar do pecado
Deus vai usar a pressão das necessidades para sermos supridos em nossas necessidades.
Deus vai usar a pressão das circunstâncias para vencermos as circunstâncias e a crescer e amadurecer nestas circunstâncias.
Deus vai usar a pressão da Sua obra para nos levar a frutificar, a crescer, a conquistar, a Ter galardão por conta da nossa vitória na obra de Deus
Deus vai usar a pressão do inimigo para nos levar a Ter experiências em vencer o inimigo.

Esse é o objetivo da pressão.

Sem pressão não há vitória, sem pressão não há poder.

Não tem como irmos ao supermercado e comprar Poder de Deus, existe um processo, existe uma rota a ser seguida para ser cheio do Poder de Deus. Mas existe também a opção de sair pela tangente e desviar-se do propósito de Deus para sua vida [destampar a panela de pressão e não ver a carne cozida].

Davi, [1Sm:17] viu o seu povo pressionado pelo gigante filisteu, e aí encontramos duas atitudes distintas. A atitude do Rei Saul e do exercito de Israel em se submeter a pressão e até mesmo chegar ao ponto de querer se livrar dela [destampar a panela de pressão]. E a atitude de Davi [que ajustou a borracha na tampa, fechou a panela bem fechada], que suportou toda a pressão do inimigo, buscou forças [Poder] em Deus e enfrentou e derrotou o inimigo [e comeu a carne].

E mesmo um homem justo [um homem crente, santo] pode ser derrotado por saber lidar com a pressão.

A pressão precisa nos mover em direção a Deus e nos levar a desistir. Mas não é chutar o pau da barraca, ou jogar tudo para o alto, [desistir do chamado, da célula, dos discípulos, desistir do marido, da esposa, dos filhos, desistir do pastor, dos apóstolos, desistir da igreja], mas a desistir de fazermos as coisas nas nossas forças, ou do nosso jeito e ir ao trono de Deus, em fé, e clamar para que Ele trabalhe, para que Ele guerreie em nosso favor [Deus eu não consigo, mas Tú pode]. Isso é descansar no Senhor, o esperar, o confiar em Deus [ Is 40:31 “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças voam alto como águias correm e não ficam exaustos andam e não se cansam”.] É isso que vai fazer a diferença em nossa vida e nos levar a Ter experiências sobrenaturais, em todas áreas de nossa vida, como Pais, como líderes, como filhos, como maridos [esposas], como amigos, como discípulos, como servos de Deus, como empregados, como empresários, etc.

Isso é ser um gerador de poder, uma pessoa que transforma pressão em poder.

Não podemos desperdiçar a pressão. Temos que usa-la para buscar em Deus, cada vez mais, sua Autoridade, Sua capacitação, Sua sabedoria, e aí sermos vencederos.

O Ap. Paulo foi um gerador de Poder e escreveu aos seus discípulos na carta de Rm 8:28-39 exatamente isso.

As pressões virão, [v 36], mas sabendo lidar com as pressões, transformando-as em Poder de Deus, e esse Poder sendo usado corretamente, [v 37] seremos mais do que vencedores em Cristo Jesus.

Precisamos fazer como Jesus fez e ir ao Getsemani e clamar a Deus e buscar nEle Poder para enfrentarmos essa situação.

Isso é morrer para nós mesmos para que Cristo viva em nós.

Mas só temos acesso ao Pai através de Jesus, pois só Ele é o caminho a verdade e a vida, e que ninguém vai ao Pai se não for por Ele.

Essa é a chance de você usar a aquilo que está te pressionando, em seu favor e buscar Poder de Deus para sua vida, para que você também seja reconhecido como mais do que vencedor, mas sozinhos não conseguimos nada, sozinhos somos fracos, mas em Cristo Jesus somos mais do que vencedores.
Pr. Kleber Jacinto - Ig. Águas Mooca
Baseado na palavra do Pr. Marcelo Ig. Videira

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

LIÇÃO 004.10 – 2010: O Ano da Resposta Impossível - Parte 2

LIÇÃO 004.10 – 2010: O Ano da Resposta Impossível - Parte 2
Semana de 25.01.2010 a 30.01.2010

Querido discípulo, estamos debaixo de um céu de promessas e decretos de um 2010 abençoado com respostas impossíveis geradas no Trono do Deus de amor e Todo-poderoso.

Assim estamos estudando 12 decretos para este ano.
Textos: “Tudo é possível ao que crê” (Marcos 9:23). “Se creres, verás a glória de Deus” (João 11:40). “Porque para Deus nada é impossível” (Lucas 1:37)
Verdade Central: 2010 é o ano da resposta impossível para a Família, o Ministério, os Negócios, a Cura, a Libertação, o Crescimento da Igreja, a Consolidação das Células, a Multiplicação dos Doze, a Prosperidade Financeira, os Novos Relacionamentos no Senhor, o Governo do Justo, as Surpresas Agradáveis de Deus.
Introdução: Doze decretos mudarão a nossa sorte e nos acompanharão durante cada mês do ano. Cada mês será uma colheita, e os aspectos aqui apresentados serão como uma gestação espiritual que daremos à luz a cada estação que Deus favorecer para termos uma vida no padrão da chamada do Rei. Em 2010, estaremos diante de muitos milagres que nascerão diante de nós
7. PARA CONSOLIDAÇÃO DAS CÉLULAS
Surgirão muitos líderes. “O menor virá a ser mil, e o mínimo uma nação forte; eu, o Senhor, ao seu tempo o farei prontamente”. (Isaías 60:22). Esse é o nosso decreto, pois sabemos que uma multidão de filhos surgirão e estarão em linha com tudo que foi profetizado; uma nação de novos filhos surgirão. Ninguém ficará fora da chamada de fazer produzir o Reino e alegrar o coração do Rei.

A ordem é o crescimento das células nas casas. Você é chamado para esse milagre, por isso receba! Profetizo que seu crescimento não terá limites (Atos 2:44-47).

8. PARA MULTIPLICAÇÃO DOS DOZE
A chamada para multiplicação é dos Doze. Precisamos nos envolver nesse nível. A transição da visão passou, quando tínhamos que ter células para ter Doze. Agora, teremos os Doze para ter células e a maturidade da Visão. Será o maior mover de multiplicação que a Igreja já passou em todos os tempos. Jesus levantou a equipe de Doze e esses transtornaram o mundo (Atos 17:6).
Somos uma Visão, a Visão é Celular, mas o MODELO é dos Doze. Quando você não levanta os seus Doze, ou quando não é Doze, perde a referência de um líder Modelo. Esse será o ano extraordinário, o ano dos milagres de maior proporção que a Igreja já viveu.
Multiplicaremos para a direita e para a esquerda (Isaías 54:1-4). O ensino de Jesus é: “Não fui eu que vos levantou em número de Doze?” (João 6:70a). Receba o manto para multiplicar mil vezes mais do que você é (Deuteronômio 1:11).

9. PARA PROSPERIDADE FINANCEIRA
Nós nunca teremos o que não temos se não fizermos o que nunca fizemos. É o tempo de explodir o direito da aliança, Tsaleah, Tsalerai do Reino, uma unção de prosperidade como nunca sonhamos, esse é o direito da aliança. “Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis.” (II Coríntios 8:9). Pois é, Jesus tomou o nosso lugar, e nos entregou coisas maravilhosas, heranças poderosas.

O livro da fé, Hebreus, diz: “E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão. Mas aquele, cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas. Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior.” (Hebreus 7:5-7)

Por isso, temos a herança da conquista e ninguém poderá roubar o que Deus nos entregou. Esse é o tempo da posse. Os 318 Tsalerai ou Tsaleah do Reino são uma liberação de fé, para que, por intermédio dessa aliança, vençamos todas as nossas guerras.

2010 será o ano da restituição financeira! O Senhor nos dará dinheiro para tudo que a nossa alma necessita (Deuteronômio 14:26). É um decreto de muita ousadia, e, claro, só os que retêm fé no espírito tomarão posse dessa verdade (Deuteronômio 8:18).

Sabemos que Deus é dono do ouro e da prata, e a glória da segunda casa será maior do que a da primeira (Ageu 2:8-9). E a Palavra declara que o dinheiro a tudo atende (Eclesiastes 10:19). Deus fez essa promessa e vamos lograr esse êxito.

10. PARA NOVOS RELACIONAMENTOS NO SENHOR
O preço da unidade foi pago na cruz. Unidade é caminho de morte. Não há como ampliarmos relacionamentos sem abrir mão de alguns possíveis valores que vetam a oportunidade de sermos pessoas melhores em Cristo. A unidade é a oração de Jesus: “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.” (João 17:21). Essa oração não ficará sem resposta. Jesus demoliu o muro da indiferença, mas a sua Amada Noiva, a Igreja, reedificou os muros com suas particularidades, isso gerou um desconforto para o crescimento do Reino e impediu a ampliação da tenda.
Mas a ordem precípua é: “Amplia o lugar da tua tenda...” (Isaías 54:2-3). Deus não deixará uma geração sem viver as delícias de relacionamentos saudáveis.

Nos próximos dois anos, de 2010 a 2012, teremos a maior agregação de líderes em todo território, e nações proclamarão as novidades do Senhor. Chegou o nosso tempo de bênção, quando venceremos os limites da alma para reiterarmos os decretos do Espírito. Relacionamentos saudáveis são um presente divino que só outorga quem caminha com Deus. Em todos os níveis, estaremos prontos: no espírito, na alma e no corpo. Estaremos saudáveis para gerarmos relacionamentos que tragam um avivamento genuíno na nossa Nação. Isso é uma resposta que estávamos precisando. Parecia impossível, mas, por acaso, há algum impossível para Deus? Ele cumprirá também essa promessa na nossa vida.

11. PARA O GOVERNO DO JUSTO
““Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.” (Provérbios 4:18). Está nascendo uma resposta que jamais imaginaríamos que seria possível: o Governo do Justo. Uma proposta de voltarmos aos princípios elementares, de termos homens de caráter tratado para trazer a bênção do Senhor sobre uma geração, e comermos e bebermos do melhor da Terra (Isaías 1:19).
Porém, como diz a parábola de Jotão, para trazer uma nova esperança, devemos dar um basta no espinheiro. Fizemos isso e essa foi uma decisão corajosa, pois não queremos espinhos reinando sobre nós (Juízes 9:7-15).
Precisamos de restituição no Governo, e, para isso, mergulhamos sem medo, com determinação, no espírito no Governo do Justo, o que nos assegura dias melhores e a certeza de que o Senhor trará a resposta que estávamos esperando. Hoje, temos sobre nós Óleo da Oliveira (Unção sacerdotal), Doçura da Figueira (Alma tratada e curada, um novo sabor para nossa história), Alegria da Videira (Saúde em três níveis: espírito, alma e corpo plenamente conservados irrepreensíveis até a vinda do Messias). Para a resposta impossível em 2010 e para obtermos o Governo do Justo, essas medidas são imprescindíveis. Unção, Doçura e Alegria são armas poderosas para extrairmos os espinhos que perduram no meio da sociedade.

12. PARA AS SURPRESAS AGRADÁVEIS DE DEUS
Quando fizemos o Encontro com Deus, o que mais impactou a nossa gente foi a surpresa. Vamos deixar Deus fazer o novo. Quem não gosta de ser surpreendido? É muito bom recebermos surpresas agradáveis! Elas fazem bem para alma e consolida o espírito. Neste ano de 2010, Deus o surpreenderá de forma sobrenatural, as bênçãos encontrarão um novo endereço: sua vida! As repostas até de coisas que não sabemos esboçar em pedidos, Deus trará sobre nós! Creia! Por acaso, há algum impossível para Deus? Ele cumprirá todas as Suas promessas!
2010, o Ano da Resposta Impossível. Deus trará surpresas agradáveis na sua vida, casa, família completa, ministérios, células, nos seus Doze, nas finanças. Receba!

CONCLUSÃO
Doze promessas que todos sonham. Veremos os sonhos se tornando realidade. “Tudo é possível ao que crê” (Marcos 9:23). “Se creres, verás a glória de Deus” (João 11:40). 2010 é o ano da resposta impossível. Por acaso, existe algum impossível para Deus? Ele cumprirá todas, todas, todas as Suas promessas. Você tem uma promessa de Deus na sua direção? Pois chegou a sua hora.
Muitos que estão lendo esta palavra serão tão transformados que serão solicitados para testemunharem do poder de Deus, pois os céus estão favoráveis a todas essas confissões que o Senhor mesmo colocou em nossa boca.
Chegou a hora de tomarmos posse dos milagres extraordinários que estão entrando na nossa tenda. Você está entrando no melhor e maior tempo da sua história, o ano novo da resposta impossível, pois para quem está em Deus, tudo é possível, e o Deus do Impossível cumprirá todas as Suas promessas (Lucas 1:37).
Base: www.mir12.com.br
Fique atento aos avisos no Blog e venha se alimentar do que Deus tem preparado para sua vida.
Deus te abençoe, shalom, shalom.
Ap. Valdemir Arnesi – Mizinho (seu pastor)

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

LIÇÃO 003.10 – 2010: O Ano da Resposta Impossível - Parte 1

Textos: “Tudo é possível ao que crê” (Marcos 9:23). “Se creres, verás a glória de Deus” (João 11:40). “Porque para Deus nada é impossível” (Lucas 1:37)

Verdade Central: 2010 é o ano da resposta impossível para a Família, o Ministério, os Negócios, a Cura, a Libertação, o Crescimento da Igreja, a Consolidação das Células, a Multiplicação dos Doze, a Prosperidade Financeira, os Novos Relacionamentos no Senhor, o Governo do Justo, as Surpresas Agradáveis de Deus.

Introdução: Doze decretos mudarão a nossa sorte e nos acompanharão durante cada mês do ano. Cada mês será uma colheita, e os aspectos aqui apresentados serão como uma gestação espiritual que daremos à luz a cada estação que Deus favorecer para termos uma vida no padrão da chamada do Rei. Em 2010, estaremos diante de muitos milagres que nascerão diante de nós.

1. PARA A FAMÍLIA

Na nossa família, precisamos de muitas manifestações de milagres. Acreditamos que toda confissão feita em direção à família para salvação, consagração dos cônjuges e filhos, prosperidade em todas as áreas e saúde emocional e afetiva se manifestarão. Será a maior colheita de todos os tempos, pois a promessa de Deus começa pela família e encerra em família.

Gênesis 12:1-4 e Malaquias 4:5-6 serão os decretos pelos quais Deus trará Sua graça, e nossa casa será exatamente o que confessarmos em linha com a Palavra do Eterno.

“Manda, pois, estas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis. Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel.” (I Timóteo 5:7-8). Esse é nosso decreto para este tempo, pois a família receberá um manto de proteção e segurança, e dará um mergulho na prosperidade como nunca aconteceu. Em 2010, as nossas famílias serão restituídas debaixo do milagre sobrenatural, a promessa da resposta impossível nos alcançará.

2. PARA O MINISTÉRIO

A explosão será notável! “O anjo que me livrou de todo o mal abençoe estes rapazes, e seja chamado neles o meu nome, e o nome de meus pais Abraão e Isaque, e multipliquem-se como peixes, em multidão, no meio da terra.” (Gênesis 48:16)

Viveremos uma colheita jamais vista em toda nossa história de vida, pois o desejo de Deus é a multidão para os Seus filhos, um acréscimo na casa do Senhor como nunca ocorrera em todo esse tempo. É o ano da nossa porção e da nossa herança, pois temos uma aliança com Deus e Ele não mente na Sua Palavra nem na Sua promessa. Deus nos honrará e veremos Seus feitos diante dos nossos olhos. Você recebe essa palavra de multiplicação ministerial?

3. PARA OS NEGÓCIOS

Muitos empresários explodirão no crescimento, experimentarão a resposta do impossível, serão restituídos em tudo que perderam, pois Deus tem prazer em ver os Seus filhos prosperando. Muitos abrirão novos negócios, ampliarão os negócios que possuem, e outros receberão o poder da mente criativa, como Bezaleel, que significa ter a mente de Deus para criar coisas novas. O decreto de Jesus é: “Eis que eu faço novas todas as coisas”. (Apocalipse 21:5). Haverá uma explosão de prosperidade como jamais vista em todos os tempos.

4. PARA CURA

Muitos que estão esperando cura emocional, física, espiritual e em níveis até desconhecidos receberão a resposta do impossível. Vemos que um líder emocionalmente resolvido é muito mais bem-sucedido que muitos que oram e jejuam sem metas nem objetivos e são emocionalmente inseguros e infantis. Virá uma cura extraordinária! Alguns irão se autopesquisar e não se encontrarão, pois não serão mais as mesmas pessoas.

“Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. (...) Então romperá a tua luz como a alva, e a tua cura apressadamente brotará, e a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda.” (Isaías 58:1 e 8)

“E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida.” (Isaías 30:26)

Então, se aposse do que é direito da aliança e viva o melhor ano da sua história. Decida, pois se você decidir, já terá o Sim e o Amém de Yeshua.

5. PARA LIBERTAÇÃO

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. (...) Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:32-36)
2010 será o ano da resposta impossível. Muitos estão com pendências na alma e dívida no espírito; não conseguem romper a sua vida espiritual nem mesmo diante de tantas promessas da parte de Deus liberadas sobre suas vidas. Libertação é um dos maiores presentes que um nascido de novo pode obter; é desautorizar inimigos, demônios ou influências negativas, impedindo que entrem em nosso arraial espiritual e físico. É uma tomada de posição.

“Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele”. (Atos 10:38. Esse decreto é para cada um de nós que passou pela cruz e tem crido no poder da libertação. O Filho do Homem, Yeshua, é demolidor de construções malignas, e foi para isso que Ele se manifestou: para desfazer as obras do inimigo (I João 3:8). Toda arma forjada contra você não prosperará, e toda língua que se levantar, o Senhor, em juízo, a condenará (Isaías 54:17). Deus tomará a sua causa, e você viverá um ano sem opressão, depressão ou qualquer ataque desconhecido. É o ano da sua libertação em todas as áreas.

6. PARA O CRESCIMENTO DA IGREJA

A Igreja de Jesus, tanto celular como outros segmentos, terá o seu crescimento como nunca houve na história, para aqueles que velarem pela palavra profética. Porém, você que orou, jejuou e buscou da parte de Deus uma resposta para seu crescimento, a hora chegou.

2010, o Brasil aos Teus Pés! Essa confissão tem poder e geografamos novo histórico no mundo espiritual. Precisamos nos organizar para a grande demanda que ocorrerá, e como vamos consolidar os milhares que chegarão. O texto de Romanos 4:17 já é verdade e você verá esse decreto cumprido na sua chamada. “Como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí perante aquele no qual creu, a saber, Deus, o qual vivifica os mortos, e chama as coisas que não são como se já fossem.”

“E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum.” (Atos 2:44)
“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”. (Hebreus 10:25)

É debaixo dessa responsabilidade que faremos o Reino produzir a cem por um (Lucas 8:8).

7° Dia – Trombeta do Derramar do Espírito de Deus

Introdução:

Vamos recapitular o que foi dito nos dias anteriores:

1º Dia – Trombeta do Arrependimento - Estamos Tocando a Trombeta, conclamando um jejum para que seja liberada a mão abençoadora de Deus sobre nós.

2º Dia – Trombeta do Espírito (Espírito X Carne) – Há uma luta dentro de nós e precisamos viver e andar no Espírito, para isso precisamos ter mais de Deus.

3º Dia – Trombeta da Transformação das Nossas Vidas – Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos e o Senhor é entronizado em meio aos louvores em Santidade

4º Dia – Trombeta da Derrubada da Estrutura Religiosa

5º Dia – Trombeta da Declaração dos Feitos de Deus

6º Dia – Trombeta do liberar o Céu na Terra

HOJE:
Voltemos a Joel: O nome Joel significa: “o Senhor é Deus”.

Joel tem sido chamado de “o profeta do avivamento”. Ele compreendeu que o arrependimento sincero é base da verdadeira espiritualidade e era para que isto acontecesse com seu povo que ele se esforçava. O conteúdo básico de seu livro é o apelo ao arrependimento.

O Foco do Livro e Joel tem dois momentos importantes:

• Arrependimento por causa da mão do Senhor pesando sobre a nação. (Joel 2:12 a 17).
• Derramar do Espírito Santo (Joel 2:28 a 29).

Hoje veremos o segundo momento porque o objetivo deste período de jejum é tocar o Senhor, para que seja derramado sobre nós e sobre a Nação o verdadeiro avivamento.

O foco principal não foi VOCÊ receber uma benção e sim corresponder em arrependimento individual e coletivamente, adorá-Lo individual e coletivamente e assim experimentar e ter uma experiência com Deus, Que pode tocar a sua vida.

Joel 2:28 e 29
28. E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões;
29. até sobre os servos e sobre as servas derramarei o meu Espírito naqueles dias.

Fazendo uma junção de tudo o que vimos e de todos os princípios, temos que estar atentos para corresponder com o Espírito Santo a cada culto, curando a alma, mas também enchendo a cada um do Espírito Santo.

Atos 1:4 a 8
4. E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes.
5. Porque João, na verdade, batizou com {com; ou em} água, mas vós sereis batizados com {com; ou em} o Espírito Santo, não muito depois destes dias.
6. Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel?
7. Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade;
8. mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.

O derramar vem para um propósito específico: capacitação para sermos testemunhas:

Atos 2:1 a 18:
1. Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;
2. de repente, veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados.
3. E apareceram, distribuídas entre eles, línguas, como de fogo, e pousou uma sobre cada um deles.
4. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem.
5. Ora, estavam habitando em Jerusalém judeus, homens piedosos, vindos de todas as nações debaixo do céu.
6. Quando, pois, se fez ouvir aquela voz, afluiu a multidão, que se possuiu de perplexidade, porquanto cada um os ouvia falar na sua própria língua.
7. Estavam, pois, atônitos e se admiravam, dizendo: Vede! Não são, porventura, galileus todos esses que aí estão falando?
8. E como os ouvimos falar, cada um em nossa própria língua materna?
9. Somos partos, medos, elamitas e os naturais da Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Ásia,
10. da Frígia, da Panfília, do Egito e das regiões da Líbia, nas imediações de Cirene, e romanos que aqui residem,
11. tanto judeus como prosélitos, cretenses e arábios. Como os ouvimos falar em nossas próprias línguas as grandezas de Deus?
12. Todos, atônitos e perplexos, interpelavam uns aos outros: Que quer isto dizer?
13. Outros, porém, zombando, diziam: Estão embriagados!
14. Então, se levantou Pedro, com os onze; e, erguendo a voz, advertiu-os nestes termos: Varões judeus e todos os habitantes de Jerusalém, tomai conhecimento disto e atentai nas minhas palavras.
15. Estes homens não estão embriagados, como vindes pensando, sendo esta a terceira hora do dia.
16. Mas o que ocorre é o que foi dito por intermédio do profeta Joel:
17. E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos jovens terão visões, e sonharão vossos velhos;
18. até sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e profetizarão.

Estavam todos unânimes reunidos – vers.1. Sua família, sua casa precisa ser cheia do Esp Sto. Não podemos ser cheios nos isolando dos outros ou noa buscando termos um so coração.

De repente – Vers.2. Hoje é o de repente de Deus.
Estamos esperando o derramar do Espírito Santo.

Sereis batizados e cheios do Espírito Santo para que haja capacitação tal qual PEDRO que com ousadia se levanta e falar de Deus e naquele dias se agregaram quase 3.000 almas.

Atos 2:41

Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas.

(I Co 12:4 a 10 – “Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para o proveito comum. Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; a outro a operação de milagres; a outro a profecia; a outro o dom de discernir espíritos; a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação de línguas”)

(Jo 16:7 – “Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei”

6º Dia – Trombeta do Liberar o Céu na Terra

Introdução:

Sexto dia de jejum nós daremos continuidade ao tema Adoração Coletiva. Lembrando dos princípios mencionados:
• Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos.
• Adoração do Céu como modelo.
• O Senhor é entronizado meio aos louvores.
• Adoração Horizontal – ministrando a alma.
• Declaramos os feitos de Deus.

Trombeta da Adoração VERTICAL

Deus é Santo e está entronizado meio adoração em santidade.

No 4º dia falamos sobre “Tocai a Trombeta Derrubando a Estrutura Religiosa”.

Lembrando do equilíbrio que precisamos ter no culto quero que você veja algo que creio ser uma estratégia dada pelo Espírito Santo para que possamos experimentar mais do derramar de DEUS.

O ambiente onde Deus está entronizado as palavras são dirigidas SOMENTE a ELE.

Neste ponto é preciso reparar que as canções entoadas ao Redor do Trono (onde Deus Reina) são direcionadas a Deus. Isso é o que chamamos de Adoração Vertical ou “Culto Vertical”.

Apocalipse 4:2 a 11

2. Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado;
3. e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda.
4. Ao redor do trono, há também vinte e quatro tronos, e assentados neles, vinte e quatro anciãos vestidos de branco, em cujas cabeças estão coroas de ouro.
5. Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus.
6. Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás.
7. O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando.
8. E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir.
9. Quando esses seres viventes derem glória, honra e ações de graças ao que se encontra sentado no trono, ao que vive pelos séculos dos séculos,
10. os vinte e quatro anciãos prostrar-se-ão diante daquele que se encontra sentado no trono, adorarão o que vive pelos séculos dos séculos e depositarão as suas coroas diante do trono, proclamando:
11. Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas.

Veja também:

Apocalipse 15:2 a 4

2. Vi como que um mar de vidro, mesclado de fogo, e os vencedores da besta, da sua imagem e do número do seu nome, que se achavam em pé no mar de vidro, tendo harpas de Deus;
3. e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações!
4. Quem não temerá e não glorificará o teu nome, ó Senhor? Pois só tu és santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos.

Damos tudo para Deus e Ele em resposta Se dá a nós... Creio que esta frase diz tudo.

Canções com palavras de declaração de quem Deus é (Seus atributos e Sua grandeza) são as que sustentam o Senhor ser entronizado meio aos louvores.

Neste sexto dia queremos tocar a trombeta aqui na terra e fazer ser ouvida nos céus através da nossa adoração.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

5º Dia – Trombeta Declaração dos Feitos de Deus

5º Dia – Trombeta Declaração dos Feitos de Deus

Introdução:
Quinto dia de jejum nós daremos continuidade ao tema Adoração Coletiva, lembrando dos princípios mencionados:
• Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos.
• Adoração do Céu como modelo.
• O Senhor é entronizado meio aos louvores.
• Adoração Horizontal – ministrando a alma.

Agora sim temos uma estratégia tanto boa para atingir o horizontal como vertical. O livro de Salmos é repleto desta verdade. Vejamos alguns Salmos.

Salmos 28

1. A ti clamo, ó SENHOR; rocha minha, não sejas surdo para comigo; para que não suceda, se te calares acerca de mim, seja eu semelhante aos que descem à cova.
2. Ouve-me as vozes súplices, quando a ti clamar por socorro, quando erguer as mãos para o teu santuário.
3. Não me arrastes com os ímpios, com os que praticam a iniqüidade; os quais falam de paz ao seu próximo, porém no coração têm perversidade.
4. Paga-lhes segundo as suas obras, segundo a malícia dos seus atos; dá-lhes conforme a obra de suas mãos, retribui-lhes o que merecem.
5. E, visto que não atentam para os feitos do SENHOR, nem para o que as suas mãos fazem, ele os derribará e não os reedificará.
6. Bendito seja o SENHOR, porque me ouviu as vozes súplices!
7. O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, nele fui socorrido; por isso, o meu coração exulta, e com o meu cântico o louvarei.
8. O SENHOR é a força do seu povo, o refúgio salvador do seu ungido.
9. Salva o teu povo e abençoa a tua herança; apascenta-o e exalta-o para sempre.

Repare que o salmista passa tanto por questões pessoais, quanto declara a grandeza de Deus. Precisamos aprender que esta estratégia é aquilo que nos fará cheios do Espírito Santo.

Efésios 5:18 a 21

18. E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito,
19. falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais,
20. dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo,
21. sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.

Temos que nos encher do Espírito. Como? Versículo 19 em diante diz como:

Falando entre vós com salmos, entoando e louvando ao Senhor, de todo coração.
Declarar os feitos do Senhor nos enche do Espírito Santo, e ao declararmos quem Deus é e Seus feitos somos então tocados, em nosso espírito, por Deus.

Ao invés de gastarmos tempo declarando elogios a alma do próximo, invista tempo declarando ao próximo quem Deus é, seus feitos, e isso lhe encherá do Espírito.

Trombeta da Gratidão

Efésios 5:
20. dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo,

Ao declararmos e agradecermos os feitos do Senhor e sua grandeza nós somos transformados pelo Espírito Santo. Precisamos tocar esta trombeta. Calar para murmuração e bradar os feitos de Deus.

Trombeta da Sujeição

Efésios 5:

21. sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo.

Isso também nos encherá do Espírito.

4º Dia – Trombeta da Derrubada da Estrutura Religiosa

4º Dia – Trombeta da Derrubada da Estrutura Religiosa

Introdução:
Quarto dia jejum nós daremos continuidade ao tema Adoração, lembrando dos princípios mencionados:
• Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos.
• Adoração do Céu como modelo.
• O Senhor é entronizado meio aos louvores.

Músicas utilizadas para adorar ao Senhor
Sei que vou tocar num ponto que pode ser que não agrade a todos. Porém, antes de ter qualquer preconceito espero que cada um analise o que será dito lembrando-se: temos de ter equilíbrio em tudo.

Adoração Horizontal X Adoração Vertical

Estes nomes são figurados para que entendamos mais facilmente.

Poderíamos definir assim:
• Adoração Horizontal: músicas direcionadas a alma.
• Adoração Vertical: Músicas direcionadas ao Trono de Deus (ao céu).

Por isso precisamos entender como aplicar estas músicas em nossa adoração pessoal (individual) e coletiva (na congregação).

Vamos recapitular o que foi dito nos dias anteriores:

1º Dia - Arrependimento - Estamos “Tocando a Trombeta”, conclamando um jejum para que Deus possa voltar Sua mão abençoadora sobre nós.

2º Dia – Espírito X Carne – Há uma luta dentro de nós e precisamos viver e andar no Espírito, para isso precisamos ter mais de Deus.

3º Dia – Transformando nossas vidas – Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos e o Senhor é entronizado em meio aos louvores em Santidade

4º Dia – Derrubando Estruturas Religiosas

Hoje falaremos apenas sobre “Adoração Horizontal”. Sobre “Adoração Vertical” trataremos deste assunto no 6º Dia, onde teremos mais tempo para explanar sobre este assunto.
Adoração Horizontal

Caminhando por esta linha de raciocínio, quero lhe levar a pensar algo.

Sabendo que "Adoração Horizontal" (como já dito) são músicas direcionadas a alma, quero que sejamos levados a estar aprendendo a analisar e discernir cada canção e o ambiente de culto ao Senhor.

Veja bem: cada canção e cada tipo de canção (horizontal / vertical) têm seu espaço. Porém, muitas vezes, temos investido nosso tempo em reuniões que denominamos “CULTO” (uma das formas de adorar a Deus, conforme definição dada) para ministrar somente uns aos outros.

Preciso dar exemplos apenas para que possamos entender mais claramente. Veja bem: nada contra as canções e precisamos ter maturidade e ter equilíbrio em tudo isso.

A Bíblia é repleta de revelações de quem somos em Cristo e como Ele nos vê. Estas verdades têm sido colocadas em letras de músicas que temos cantado em nossos cultos.

O toque da trombeta deste dia é: Precisamos em nossos cultos, que dizemos que prestamos a Deus, olhar menos para nós e estarmos interessados em entregar a Deus a adoração que a ELE é devida.

Você pode pensar: mas eu vou para a igreja e preciso receber. Lembre-se:

“Buscai primeiro lugar o seu reino e a sua justiça e TODAS as coisas vos serão acrescentadas...” – Mateus 6:33.

Temos usado dos nossos cultos para, em sua maior parte, declararmos canções (que são verdades) a respeito daquilo que eu quero ou quem eu sou, o que eu posso e qual é o meu direito. Como já dito são verdades, mas cabe somente isso em nossos cultos?

Espero que você esteja vendo estas afirmações com os olhos espirituais (debaixo do jejum) e guiado pelo Espírito Santo, possa chegar ao equilíbrio e discernir o ambiente de adoração.

Vou dar um exemplo claro:

POSSO TOCAR A TROMBETA E ESTREMECER AS NOSSAS ESTRUTURAS RELIGIOSAS?

Suponha que em um culto tenhamos a seguinte ordem.

Abertura – Filipenses 4:13
Tudo posso naquele que me fortalece.

É então “inflada” a alma de todos dizendo que vocês podem tudo (repare que nos esquecemos do contexto em que Paulo está dizendo isso):

Filipenses 4:11 a 13

11. Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação.
12. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez;
13. tudo posso naquele que me fortalece.

Então já temos uma mensagem “positiva” dada na abertura. Temos que manter o ambiente “prá cima”.

Depois temos 3 canções: (lembre-se nada contra as canções)
1) Recebi um novo coração do Pai... Somos corpos e assim bem ajustado... Precioso és, para mim, querido irmão.
2) Fiel, Fiel... Deus me fará fiel... Fiel...
3) Vem com Josué Lutar em Jericó...

Repare que até agora foi tudo “HORIZONTAL”.. letras que que não são direcionadas a TRINDADE.

Depois a oferta e mais uma música “horizontal”

1) Restituí, eu quero de volta o que é meu...

Veja bem: alguma coisa errada com estas canções? Claro que não. São verdades e realidades que podemos viver em Jesus, porém estamos declarando o que desejamos para nós... O foco fica em nós mesmos.

POR QUE estamos tocando está trombeta hoje? Porque creio que para haver um grande derramar, do Espírito Santo, precisamos deixar um pouco de lado cultos de “auto-ajuda” e precisamos investir tempo declarando quem Deus é para que Ele venha e nos abençoe em resposta ao culto prestado a ELE. Se só usarmos de “auto-ajuda” declaramos nossa independência e não nossa dependência de Deus.

Que possamos colocar tudo isso a luz de Cristo e pedir para o Espírito Santo trazer o arrependimento por tanto desequilíbrio nosso em nossos cultos.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

3º Dia – Trombeta da Transformação das Nossas Vidas

3º Dia – Trombeta da Transformação das Nossas Vidas
Introdução:
Neste terceiro dia de jejum queremos passar instruções práticas e um princípio bíblico que nos auxiliará sermos transformados. Como igreja, temos que verificar onde estamos deixando de viver a plenitude do que Deus tem para nós.

Tornar-se Semelhante:
Tornamo-nos semelhantes a quem adoramos. Salmo 115 trata sobre este princípio espiritual. Neste caso falando a cerca dos ídolos, porém não muda o fato de quanto mais adoramos ao Senhor mais e mais somos transformados a imagem Dele.

3. No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada.
4. Prata e ouro são os ídolos deles, obra das mãos de homens.
5. Têm boca e não falam; têm olhos e não vêem;
6. têm ouvidos e não ouvem; têm nariz e não cheiram.
7. Suas mãos não apalpam; seus pés não andam; som nenhum lhes sai da garganta.
8. Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e quantos neles confiam.

Para que possamos ter nossa vida transformada precisamos ser transformados conforme o caráter de Cristo.
Agora vamos aplicar esta realidade dentro dos princípios da Adoração. Vamos fazer isso à luz das escrituras, abordando um ou mais assuntos a cada dia, sempre com intuito de facilitar o sermos transformados conforme a imagem daquele que adoramos: DEUS TRINO.

ADORAÇÃO (definição no dicionário)
Culto, honra, reverência e homenagem prestados a poderes superiores, sejam seres humanos, anjos ou Deus.

Em nosso caso aplicamos apenas ao Senhor, pois está escrito:
Êxodo 20:3 a 6:
3. Não terás outros deuses diante de mim.
4. Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
5. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem
6. e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.

Devemos adoração apenas a Deus. Este mandamento se aplica a todos que fazem parte do povo de Deus e não é algo exclusivo de um grupo.

Também precisamos saber que existem diversas formas de adorar a Deus e não apenas através da “música”.

Conforme a definição tudo que fazemos que: presta culto, honra, reverencia e homenageia a Deus faz parte da nossa adoração. Portanto um simples gesto de curvar-se (mesmo sem música) é adoração. Até mesmo honrar a Deus com uma oferta ou com nosso trabalho. Em resumo: a forma como vivemos dia a dia pode ser uma adoração a Deus.

Portanto todos podem e devem ser adoradores. Agora no que diz respeito á adoração através da música vamos aprofundar um pouco mais.
Adoração nos Céus é modelo.

Por que a Adoração no céu é modelo? Simples, Salmos 22:3 diz:
“Porém tu és Santo, o que habitas entre os louvores de Israel”.

Outra versão diz:
“Contudo, tu és santo, entronizado entre os louvores de Israel”.

Ou seja, uma das bases do trono de Deus é a adoração, pois ELE é entronizado meio aos louvores.

Como nos céus Ele está entronizado absoluto e aqui na terra ainda não está. Precisamos ter o céu como modelo de como adorá-Lo.

Aspectos desta adoração:
1) Santidade – Apocalipse 4:2-8
2. Imediatamente, eu me achei em espírito, e eis armado no céu um trono, e, no trono, alguém sentado;
3. e esse que se acha assentado é semelhante, no aspecto, a pedra de jaspe e de sardônio, e, ao redor do trono, há um arco-íris semelhante, no aspecto, a esmeralda.
4. Ao redor do trono, há também vinte e quatro tronos, e assentados neles, vinte e quatro anciãos vestidos de branco, em cujas cabeças estão coroas de ouro.
5. Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus.
6. Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás.
7. O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando.
8. E os quatro seres viventes, tendo cada um deles, respectivamente, seis asas, estão cheios de olhos, ao redor e por dentro; não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir.

Deus é Santo e por isso precisamos de uma adoração tal qual no céu: em santidade.

Precisamos da revelação da santidade de Deus, pois isso nos impulsionará e sermos santos como Ele é. Lembre-se: tornamo-nos semelhantes a quem adoramos.

Sabendo que Deus é Santo, como é que teremos a presença de Deus em nosso meio, como nos céus, se não adoramos em santidade? Sabendo que Ele é Santo precisamos nos santificar antes de adorá-Lo, produzindo frutos de arrependimento (confissão “no varejo”).

1João 1:9
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

Isto não diz respeito a uma equipe de adoração apenas e sim a todo o povo que deseja entronizá-Lo. Invista tempo confessando sempre antes de adorar. Não fique esperando um comando de homem para confessar, crie o hábito de consultar o Espírito Santo, sempre no início dos cultos, e deixe a revelação da santidade de Deus transformá-lo.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

O Maior Pregador da História

Charles Spurgeon é considerado o "maior pregador da história da Igreja".

Autor de pregações diárias nas rádios de seu país que fizeram cidades e governantes renderem-se ao Senhor Jesus Cristo.

Eis aqui uma de suas frases:

"O melhor termômetro para sua temperatura espiritual é a intensidade de suas orações."

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

2º Dia – Trombeta do Espírito (Espírito x Carne).

Introdução:

O jejum evidencia as obras da carne. O jejum nos torna mais sensíveis para ouvir o Espírito Santo.
Muitas vezes já ouvi:
- Quando estou jejuando parece que aí sim que sou tentado a fazer coisas erradas e acabo fazendo aquilo que não queria fazer.

Na verdade o que acontece não é que aí sim você é tentado. Simplesmente é como outros dias. Só que por você estar em jejum você está atento e sensível para ouvir o que é errado antes de errar. Coisa que não acontece quando entramos numa normalidade do dia a dia.

Estas tentações, as coisas erradas que você se vê fazendo nos dias de jejum, nada mais são que a revelação daquilo que você tem feito dia a dia, porém sem reparar. Sei que choca ver esta realidade, porém, é este um dos motivos de jejuarmos, revelar aquilo que precisa ser retirado de nós.

Mateus 17:21: Mas esta casta não se expele senão por meio de oração e jejum.

Paulo escreve aos irmãos da igreja em Gálatas.

Gálatas 5:13 a 26

13. Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede, antes, servos uns dos outros, pelo amor.
14. Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
15. Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos.
16. Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne.
17. Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer.
18. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei.
19. Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia,
20. idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções,
21. invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.
22. Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,
23. mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.
24. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.
25. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.
26. Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.

Este texto tem de ser guia para nós. Abandonar o pecado e as obras da carne não deve ser motivado pela lei. Não faço porque a lei diz prá não fazer e sim porque sou guiado pelo Espírito.

Existe uma guerra interior sendo travada. O seu espírito (renascido em Cristo) guerreia contra sua carne para fazer o que é certo. Agora como fazer prevalecer o Espírito contra a carne.

1) Sendo servos um dos outros, pelo amor (a exemplo de Jesus):

Filipenses 2:6 a 8:

6. pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus;
7. antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana,
8. a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz.

2) Amando ao próximo como a nós mesmos:

1Pedro 2:17:

“Tratai todos com honra, amai os irmãos, temei a Deus, honrai o rei.”

3) Não nos mordendo uns aos outros para não sermos mutuamente destruídos.

Mateus 12:25:

“Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda cidade ou casa dividida contra si mesma não subsistirá.”

4) Andar no Espírito:

Salmos 119:11 / Efésios 5:8 / Colossenses 2:6

“Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.” – Salmo119:11

“Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz,”- Efésios 5:8

“Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele,”- Colossences 2:6

5) Ser guiado pelo Espírito:

Romanos 8:12 a 17:

12. Assim, pois, irmãos, somos devedores, não à carne como se constrangidos a viver segundo a carne.
13. Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis.
14. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.
15. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, {Aba; no original, Pai} Pai.
16. O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.
17. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.

Conclusão:

Agora repare bem Gálatas 5:25:

“Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito.”

O que Paulo queria dizer com isso? Não é a mesma coisa viver e andar?

Lembre-se do contexto. O que Paulo quer dizer é: Se você foi vivificado no espírito, ou seja, aceitou a Jesus como Senhor e foi crucificado com Ele então: Andai no Espírito e não satisfaça a carne.

Você pode ter sido vivificado no seu espírito que estava morto (“... se vivemos no Espírito...”), porém andar conforme as vontades carnais. Ande conforme a vida que lhe foi dada.

Lembre-se: a carne milita contra o espírito. Qual dos dois você deixará vencer? Por quem você se deixará ser dominado?

1° Dia – Trombeta do Arrependimento

Introdução:

O nome Joel significa “o Senhor é Deus”.

Historiadores dizem que é provável que Joel tenha vivido e profetizado em Jerusalém. Teria, assim, em sua mocidade, conhecido Elias e Eliseu. Data provável: 830 anos antes de Cristo, ao tempo do rei Joás.

Joel tem sido chamado de “o profeta do avivamento”. Ele compreendeu que o arrependimento sincero é base da verdadeira espiritualidade e era para que isto acontecesse com seu povo que ele se esforçava. O conteúdo básico de seu livro é o apelo ao arrependimento.

O Foco do Livro e Joel tendo dois momentos importantes.

• Arrependimento por causa da mão do Senhor pesando sobre a nação (Joel 2:12 a 17).
• Derramar do Espírito Santo (Joel 2:28 a 29).

O objetivo deste período de jejum é tocar o Senhor para que seja derramado sobre nós e sobre a nação o verdadeiro avivamento.

O foco principal não será VOCÊ receber uma benção e sim corresponder em arrependimento individual e coletivamente, adorá-Lo individual e coletivamente e assim experimentar e ter uma experiência com Deus que pode tocar a sua vida.

1º Dia – Arrependimento.

Joel 2:12 e 13

12. Ainda assim, agora mesmo, diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto.
13. Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.

Mateus: 3:8-11

8. Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
9. e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.
10. Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.
11. Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.

Deus quer levar a igreja ter consciência da necessidade de arrependimento. Em ambos os textos mencionados vemos que os profetas, Joel e João, falam para o povo de Deus, portanto não é uma palavra para o ímpio e sim para o Cristão.
No texto de Mateus, João (Batista) diz algo que precisamos estar atentos.
Mateus 3:10: Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.

Muitas vezes é usado este texto cobrando a igreja de trazer vidas (novos convertidos) como fruto. Porém neste caso o fruto pedido está descrito no versículo 8.

Mateus 3:8: Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;

O que está sendo requerido é fruto de arrependimento. Confissão e conversão. O fruto é a confissão, nominativa, do pecado cometido. Como igreja precisamos perder o vício de fazer confissão no atacado. Pecamos no varejo e queremos confessar no atacado?

Achamos que podemos pecar contra o nosso próximo (sendo marido, esposa, filhos, irmãos de sangue, irmãos em Cristo) e depois chegar diante de Deus e dizer “Perdoa os meus pecados e purifica com teu sangue”?

Temos que produzir “fruto digno de arrependimento”. Aquilo que pequei contra meu próximo devo pedir perdão a Deus, no varejo (“dando nome aos bois”), e contra quem pequei também.

Quando não correspondemos com isso podemos estar nos encontrando como o povo de Deus nos tempos de Isaías (como veremos a seguir).

Por que precisa haver arrependimento? Porque Deus é Santo e só pode se manifestar no meio de um povo santificado.
Isaías 1:11 a 19
11. De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios? — diz o SENHOR. Estou farto dos holocaustos de carneiros e da gordura de animais cevados e não me agrado do sangue de novilhos, nem de cordeiros, nem de bodes.
12. Quando vindes para comparecer perante mim, quem vos requereu o só pisardes os meus átrios?
13. Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e também as Festas da Lua Nova, os sábados, e a convocação das congregações; não posso suportar iniqüidade associada ao ajuntamento solene.
14. As vossas Festas da Lua Nova e as vossas solenidades, a minha alma as aborrece; já me são pesadas; estou cansado de as sofrer.
15. Pelo que, quando estendeis as mãos, escondo de vós os olhos; sim, quando multiplicais as vossas orações, não as ouço, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
16. Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer o mal.
17. Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas.
18. Vinde, pois, e arrazoemos, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã.
19. Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.

De nada vai adiantar este jejum ou assembléia solene se não estivermos dispostos a santificação e mudança de vida.
Isaías 1:16 a 18

16. Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer o mal.
17. Aprendei a fazer o bem; atendei à justiça, repreendei ao opressor; defendei o direito do órfão, pleiteai a causa das viúvas.
18. Vinde, pois, e arrazoemos, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã.

Que possamos dar ouvido ao Senhor:
Isaías 1:19: Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra.
Pr. Celso Bertoni

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Idosos - Necessidade de Beber Água

Utilidade Pública - Idosos

Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP

Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:
-Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?
Alguns arriscam: "Tumor na cabeça".
Eu digo: "Não". Outros apostam: "Mal de Alzheimer".
Respondo, novamente: "Não".
A cada negativa a turma espanta-se.
E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns:
· diabetes descontrolado;
· infecção urinária; e
· a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.
Parece brincadeira, mas não é.
Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.
Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez.
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo. Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.
Insisto: não é brincadeira.
Na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água.
Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, os idosos têm menor reserva hídrica.
Mas há outro complicador: mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água, pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.
Conclusão: Idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.
Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.
Por isso, aqui vão dois alertas.
O primeiro é para vovós e vovôs: tornem voluntário o hábito de beber líquidos. Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite, sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina, também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro. Lembrem-se disso!
Meu segundo alerta é para os familiares: ofereçam constantemente líquidos aos idosos.
Ao mesmo tempo, fiquem atentos.
Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção, é quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação.

"Líquido neles e rápido Dirijam-se para um serviço médico".

LIÇÃO 002.10 – CHEGA DE ARRASTAR

LIÇÃO 002.10 – CHEGA DE ARRASTAR
Semana de 11.01.2010 a 16.01.2010

Querido discípulo, Deus te ama e tem um ano de 2010 maravilhoso de amor pra você.
A partir desta segunda-feira estaremos em Jejum com o tema: “TOCAI A TROMBETA”.
Acompanhe a cada dia a mensagem pelo nosso blog WWW.aguasmooca.blogspot.com
Em 2010 nada mais será arrastado em sua vida.
Você e eu sabemos que tantas coisas nos prendem, nos consomem e nos querem distanciar da paz, assim hoje é seu dia de livramento.
Lucas narra no capítulo 5 verso 11: E, arrastando eles os barcos sobre a praia, deixando tudo, o seguiram.
Eu e você já arrastamos barcos demais em nossa vida e talvez você já tenha pensado em largar tudo, abandonar, desistir.
Este pensamento é perseguidor de conquistadores, mas quero te convidar a parar de arrastar coisas em sua vida.
O sentimento de arrastar nos consome e nos leva à fadiga, mas este momento é especial pra você realmente largar tudo, deixar tudo e seguir a paz, a salvação, a solução; seguir Jesus.
Os discípulos eram comuns de barcos e pescas. Barco era um meio comum da época.
É comum arrastarmos muitas coisas. Um casamento arrastado, uma vida $ arrastada, célula arrastada, filhos arrastados, amigos arrastados…
Quando vamos pra Jesus paramos de arrastar. 2010 as coisas não serão arrastadas em sua vida.
Os pescadores estavam cansados de tanto trabalhar, porém não deixaram tudo por estarem cansados, mas por encontrar a solução, algo melhor.
Jesus não deve ser a última opção.
Ninguém normalmente deixa algo bom por um pior, mas o texto diz que deixaram tudo.
Vemos testemunho de mudanças com Jesus, isto acontece porque Jesus é o único caminho.
Como vai ser sua semana? Seu jejum? Vai ser arrastado????
Tem que ser com Jesus daí não será arrastado.
Hoje este convite chega pra você: Deixe tudo! Siga a Jesus.
Ele morreu por você, ressuscitou por você, está vivo por você e convida você para ressuscitar com ele.
Deixe a morte sair de sua vida e ressuscite com Jesus Cristo.
Outra lição que estes pescadores deram foi que nada os prendia.
Não sei como você está vivendo, mas nada pode te prender numa vida arrastada.
Você pode avançar, crescer, prosperar, ser diferente e atingir vôos mais altos.
È tempo de você avaliar o que tem lhe prendido pra que você não siga a Jesus e seja um discípulo fiel.
Mateus 16:24 Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.
O texto acima, diz pra que eu me negue, e certamente está falando com você.
O que você precisa negar em você?
Orgulho, medo, altivez, timidez, vergonha, vontade de continuar odiando alguém, sem perdoar e sem amar. Pare de se arrastar pela vida.
Jesus hoje decidiu te tirar de um mar equivocado, enganoso e te convida pra segui-lo, deixando tudo.
Mateus 6:33 buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
Quando você deixa tudo e segue o Rei dos Reis, Ele te abençoa, prospera e te acrescenta.
Esta semana estaremos em jejum e oração todas as noites e tocaremos a trombeta.
Te espero para este jejum.
Deus te abençoe.
Shalom, shalom.

Ap. Valdemir Arnesi – Mizinho (seu pastor)

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

LIÇÃO 001.10 – ALCANÇANDO SEUS SONHOS

LIÇÃO 001.10 – ALCANÇANDO SEUS SONHOS
Semana de 04.01.2010 a 09.01.2010

Querido discípulo e doze conquistador, feliz ano Nov.
Deus te reservou um ano cheio da sua glória e lhe chama para viver com o Espírito Santo cada dia, situação e alegria deste novo ano então a partir de agora, prepare-se.
– Quais são os seus alvos para 2010?
– A sua vida tem propósitos claros neste ano? Ou uma mera idéia do que você quer?
– Onde você quer chegar?
– Estes alvos estão completamente alinhados à Vontade do Senhor para você?
– Quais são os Planos de Deus na sua vida?
– Quais são os seus Sonhos para 2010? Você tem sonhos que considera impossíveis?
– Você se vê apto e capacitado para alcançar os seus Sonhos?
“Mas o Senhor é fiel; ele os fortalecerá e os guardará do Maligno.” – 2 Ts 3:3
Alguns anos atrás, o Ap. Mizinho pediu aos seus discípulos que anotassem pedidos de oração, sonhos e ele os guardou. Depois de cerca de 3 a 5 anos (não me lembro ao certo). Ele nos devolveu estes papéis, a grande maioria dos sonhos haviam se realizado! E alguns pareciam completamente impossíveis na época em que foram feitos! Dos sonhos que foram cumpridos, alguns não foram atendidos na forma e no tempo solicitado, mas Deus os cumpriu! Outros sonhos Ele ainda irá cumprir, pois Ele é Fiel!
O que fizemos para isto? Nos mantivemos fiéis, no discipulado, na obediência, nos propósitos. Fomos tratados, fomos provados, mas não desistimos ou nos desviamos.
“Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.” – Hebreus 11:1
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam”. – Hebreus 11:6
Qual foi o segredo neste processo? Continuar caminhando em fé e obediência!
Ainda que, em muitas situações argumentos e situações se levantam para nos segurar. Quais são os seus argumentos? Trabalho? Namoro? Coisas erradas na Igreja? Corações com raiva ou magoados? Muitos estão buscando sonhos pessoais e quando recebem, se desviam dos propósitos do Senhor!
O caminhar com Deus não está baseado em capacitação humana e muito menos em argumentos pessoais. Josué é um exemplo de um homem que não se sentia capacitado, mas ele se manteve firme em ouvir a voz de Deus e obedecer aos seus mandamentos. Só no capítulo 1 o Senhor pede que Josué seja forte e corajoso quatro vezes, nos versículos 6, 7, 9 e 18 e no versículo 8 ele entrega a chave de sucesso para os Planos de Conquista para a vida de Josué (e também para todos nós):
“Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido.”
Josué foi perseverante na conquista! Quando ele foi enviado por Moisés, ele viu a promessa, apenas ele e Calebe acreditaram que entrariam na terra prometida!
Você crê na promessa? Ou os problemas na sua vida são maiores que as Promessas? Josué tinha todos os argumentos do mundo para desistir, ele fez parte de um povo que murmurou e não andou nas promessas, criticou seus líderes, sentiu saudades do Egito. Ainda assim ele perseverou.
A Persistência na Oração – Mateus 7:7 à 11
“Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta. “Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir peixe, lhe dará uma cobra? Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!”
Precisamos buscar de todo o coração, orar sem cessar, pedir todos os dias para que o Senhor se mova em nossas vidas! O sucesso do diabo é que nós não oremos e não busquemos ao Senhor!
Quais são os seus Planos para 2010?
Na medida em que cresci no Senhor, aprendi o quanto o Senhor valoriza os nossos Sonhos! Ele espera que nós expressemos os nossos Sonhos a Ele (que pai não gostaria de ouvir isto de seus filhos?). Você fez os seus pedidos ao Senhor para 2010? Anotou e estão guardados? Entregou-os ao Senhor e pediu a Sua intervenção?
Deus é um Deus de planos! Na criação do mundo Deus tinha um plano, e fez tudo em ordem prioritária durante seis dias. Quando Deus mandou Josué derrubar as muralhas de Jericó havia um plano. Quando Deus chamou Gideão para a batalha havia um plano bem detalhado. Quando vamos falar do evangelho apresentamos o plano de salvação. Para a segunda vinda de Jesus há um plano. Como podemos andar “sem pensar” e esperar que o Senhor nos abençoe? Por causa da nossa maneira natural de viver sem Deus, nos tornamos pessoas mimadas diante do Senhor e achamos que basta “freqüentarmos a Igreja” para que o Senhor nos abençoe. Não! Lute pelos seus sonhos! Faça Planos de Conquista para 2010, seja forte e corajoso, ore sem cessar e vá em busca dos seus Sonhos!
Destrua os argumentos que seguram os seus planos e o seu caminhar! 1 Co 2:6 a 10
6 Entretanto, falamos de sabedoria entre os que já têm maturidade, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada.
7 Ao contrário, falamos da sabedoria de Deus, do mistério que estava oculto, o qual Deus preordenou, antes do princípio das eras, para a nossa glória.
8 Nenhum dos poderosos desta era o entendeu, pois, se o tivessem entendido, não teriam crucificado o Senhor da glória.
9 Todavia, como está escrito: “Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam”;
10 mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus.
Através de fé, obediência, conhecimento da Palavra de Deus e comunhão com o Espírito Santo você vencerá em 2010!
Em Efésios 1:3 à 10, o Ap. Paulo, que é um exemplo para nós de persistência na fé e na obediência, nos lembra das bênçãos que o Senhor já derramou sobre nós, mas no Versículo 10 existe um segredo espiritual que muitas vezes, nós não nos atentamos:
3 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo.
4 Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença.
5 Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos, por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade,
6 para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.
7 Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus,
8 a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento.
9 E nos revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo,
10 isto é, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos.
Paulo andava em fé e obediência, em algumas situações ele sabia o que o Senhor estava pedindo, em outras ele andava pela fé e simplesmente na obediência e na Comunhão com o Espírito Santo, mesmo não entendendo onde o Senhor o estava levando. É assim que precisamos aprender a andar.
Um ótimo exemplo é o Pr. David Young Cho, ele obedeceu o Ide do Senhor e sonhou em conquistar o Japão, ele declarou que em 10 anos ele conquistaria o Japão. No meio do caminho o Espírito Santo fala para ele que o Japão será conquistado pelos Brasileiros. Quando andamos em comunhão, Deus irá respeitar os nossos objetivos e nos mostrar se estes objetivos estão de acordo com a Vontade do Senhor!
Muitos têm dúvidas: Será que estamos certos em pedir isto? Sim! O Senhor irá nos mostrar na caminhada por estes objetivos! Coloque no papel e submeta ao Senhor! O maravilhoso neste exemplo é que o Pr. David Young Cho teve uma experiência com o Espírito Santo e cresceu nisto. Temos certeza de que a Intercessão dele pelo Japão fará a diferença!
Muitos, por causa da dúvida, param de andar! Se os seus pedidos não confrontam a Palavra de Deus, você pode fazê-los e deve caminhar neles até que o Senhor fale com você!
Alvos segundo o Coração de Deus: Segredo de Sucesso
Preste atenção: Jesus veio ao mundo para manifestar o Reino de Deus. Não veio ao mundo para nos dar sermões de comportamento, nem para nos dizer uma porção de regras acerca do que temos ou não de fazer. Isso já estava escrito na Lei. Ele veio para nos devolver o que se havia perdido: O Reino dos céus visível na Terra.
Estes são os alvos para que tenhamos uma vida segundo o padrão de Deus e para que alcancemos a plenitude desta vida aqui na terra, trazendo o Reino de Deus para todas as áreas de nossas vidas. O Apóstolo Paulo expressa claramente qual é o resultado destes alvos em Gálatas 2:20:
“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.”
Meu querido, todos os seus Planos para 2010 precisam ser estabelecidos, registrados e submetidos ao Senhor baseados nestas revelações.
Na medida em que caminhamos buscando a nossa transformação, nos livrando de tudo que nos prende neste mundo, o Senhor transformará as nossas vidas e incendiará em nossos corações o verdadeiro propósito da nossa existência: Sermos instrumentos do Senhor na Missão que Cristo recebeu, de implantar o Reino dos Céus visível na Terra, o Reino de Deus.
O que devemos fazer? Qual é a chave para alcançar estes resultados? Caminhar no chamado que nos foi outorgado por Jesus em Mateus 28:18 à 20:
“Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”
Você quer o Reino de Deus se manifestando na sua vida? Então ore de todo o seu coração (repita):
Pai Celestial, peço-Te perdão por não ter cuidado com zelo e atenção desta pérola caríssima que recebi, que é a própria vida de Jesus Cristo em mim. Perdoa-me porque os argumentos, cuidados e prazeres deste mundo tomaram vantagem na minha vida até que deixei de Te sentir e andar contigo. Hoje, quero voltar a Ti com todo o meu coração.
Esta é a postura de quem busca convergir em Cristo todas as coisas, celestiais e terrenas (Efésios 1:10). Em sua casa, em sua célula, em seu trabalho, em sua família, haverá a manifestação do Reino de Deus. Só assim você será próspero e abençoado!
Pr. Waldemiro Lustosa – Igreja Águas Mooca

Observância devida do jejum!

“1. Clama a plenos pulmões, não te detenhas, ergue a voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão e à casa de Jacó, os seus pecados. 2. Mesmo neste estado, ainda me procuram dia a dia, têm prazer em saber os meus caminhos; como povo que pratica a justiça e não deixa o direito do seu Deus, perguntam-me pelos direitos da justiça, têm prazer em se chegar a Deus, 3. dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos a nossa alma, e tu não o levas em conta? Eis que, no dia em que jejuais, cuidais dos vossos próprios interesses e exigis que se faça todo o vosso trabalho. 4. Eis que jejuais para contendas e rixas e para ferirdes com punho iníquo; jejuando assim como hoje, não se fará ouvir a vossa voz no alto. 5. Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao Senhor? 6. Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo? 7. Porventura, não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desabrigados, e, se vires o nu, o cubras, e não te escondas do teu semelhante? 8. Então, romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença, a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda; 9. então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso; 10. se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia. 11. O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam. 12. Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável” (Isaías 58:1 a 12).

INTRODUÇÃO:

Quando buscamos algo espiritual, muitas vezes o Espírito Santo nos leva a um jejum.

O jejum disciplina nossa carne.

O jejum disciplina nossa alma e nossa vontade sai.

O jejum, depois de sujeitar a carne e calar a alma, nos deixa sensíveis e prontos para sermos dirigidos pelo Espírito Santo.

Jesus, antes de iniciar a sua missão na terra, foi levado pelo Espírito Santo para ser tentado no deserto: “E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome” (Mateus 4:2).

Fique atento, pois assim como foi com o nosso Senhor, durante o jejum satanás fará tudo para lhe mover do propósito.

PROPÓSITOS PARA JEJUAR:

Se o propósito for verdadeiro, dirigido por Deus, para glorificar o Seu nome e trazer o Seu reino, creia que Ele lhe sustentará, dará forças, sabedoria e autoridade para vencer.

Cuidado com os argumentos do inferno.

Se for necessário, confesse a sua luta, peça ajuda e ore com alguém (seu líder, seu pastor, seu irmão, etc.).

Moisés estava buscando intensamente ao Senhor e a Sua Glória: “Ao que disse o Senhor a Moisés: Farei também isto que tens dito; porquanto achaste graça aos meus olhos, e te conheço pelo teu nome. Moisés disse ainda: Rogo-te que me mostres a tua glória” (Êxodo 33:17 e 18).

Quando recebeu as tábuas da lei esteve 40 dias em jejum na presença de Deus.

Quem nunca ouviu falar sobre o jejum de Daniel?

A Primeira Igreja (a Igreja Primitiva) jejuava: “Enquanto eles ministravam perante o Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo: Separai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, depois que jejuaram, oraram e lhes impuseram as mãos, os despediram” (Atos 13:2 e 3).

EXEMPLOS DE JEJUNS EM VÁRIAS OCASIÕES:

Calamidades Públicas: “Então pegou Davi nas suas vestes e as rasgou; e assim fizeram também todos os homens que estavam com ele; e prantearam, e choraram, e jejuaram até a tarde por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo povo do Senhor, e pela casa de Israel, porque tinham caída à espada” (2Samuel 1:11 e 12).

Aflições da Igreja: “Disseram-lhe eles: Os discípulos de João e bem assim os dos fariseus freqüentemente jejuam e fazem orações; os teus, entretanto, comem e bebem. Jesus, porém, lhes disse: Podeis fazer jejuar os convidados para o casamento, enquanto está com eles o noivo? Dias virão, contudo, em que lhes será tirado o noivo; naqueles dias, sim, jejuarão” (Lucas 5:33 a 35).

Aflições de Outros: “Quanto a mim, porém, estando eles enfermos, as minhas vestes eram pano de saco; eu afligia a minha alma com jejum e em oração me reclinava sobre o peito,...” (Salmo 35:13); “Então, o rei se dirigiu para o seu palácio, passou a noite em jejum e não deixou trazer à sua presença instrumentos de música; e fugiu dele o sono” (Daniel 6:18).

Aflições Pessoais: “Davi, pois, buscou a Deus pela criança, e observou rigoroso jejum e, recolhendo-se, passava a noite toda prostrado sobre a terra” (2Samuel 12:16).

Aproximações de Perigos: “Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci” (Ester 4:16).

Ordenação e Ministros: “Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram” (Atos 13:3).

Súplicas pelos governantes, pelo povo, etc.: “3. Voltei o rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, pano de saco e cinza. 4. Orei ao Senhor, meu Deus, confessei e disse: ah! Senhor! Deus grande e temível, que guardas a aliança e a misericórdia para com os que te amam e guardam os teus mandamentos; 5. temos pecado e cometido iniqüidades, procedemos perversamente e fomos rebeldes, apartando-nos dos teus mandamentos e dos teus juízos; 6. e não demos ouvidos aos teus servos, os profetas, que em teu nome falaram aos nossos reis, nossos príncipes e nossos pais, como também a todo o povo da terra. 7. A ti, ó Senhor, pertence a justiça, mas a nós, o corar de vergonha, como hoje se vê; aos homens de Judá, os moradores de Jerusalém, todo o Israel, quer os de perto, quer os de longe, em todas as terras por onde os tens lançado, por causa das suas transgressões que cometeram contra ti. 8. Ó Senhor, a nós pertence o corar de vergonha, aos nossos reis, aos nossos príncipes e aos nossos pais, porque temos pecado contra ti. 9. Ao Senhor, nosso Deus, pertence a misericórdia e o perdão, pois nos temos rebelado contra ele 10. e não obedecemos à voz do Senhor, nosso Deus, para andarmos nas suas leis, que nos deu por intermédio de seus servos, os profetas. 11. Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando-se, para não obedecer à tua voz; por isso, a maldição e as imprecações que estão escritas na Lei de Moisés, servo de Deus, se derramaram sobre nós, porque temos pecado contra ti. 12. Ele confirmou a sua palavra, que falou contra nós e contra os nossos juízes que nos julgavam, e fez vir sobre nós grande mal, porquanto nunca, debaixo de todo o céu, aconteceu o que se deu em Jerusalém. 13. Como está escrito na Lei de Moisés, todo este mal nos sobreveio; apesar disso, não temos implorado o favor do Senhor, nosso Deus, para nos convertermos das nossas iniqüidades e nos aplicarmos à tua verdade. 14. Por isso, o Senhor cuidou em trazer sobre nós o mal e o fez vir sobre nós; pois justo é o Senhor, nosso Deus, em todas as suas obras que faz, pois não obedecemos à sua voz. 15. Na verdade, ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo da terra do Egito com mão poderosa, e a ti mesmo adquiriste renome, como hoje se vê, temos pecado e procedido perversamente. 16. Ó Senhor, segundo todas as tuas justiças, aparte-se a tua ira e o teu furor da tua cidade de Jerusalém, do teu santo monte, porquanto, por causa dos nossos pecados e por causa das iniqüidades de nossos pais, se tornaram Jerusalém e o teu povo opróbrio para todos os que estão em redor de nós. 17. Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo e as suas súplicas e sobre o teu santuário assolado faze resplandecer o rosto, por amor do Senhor. 18. Inclina, ó Deus meu, os ouvidos e ouve; abre os olhos e olha para a nossa desolação e para a cidade que é chamada pelo teu nome, porque não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias. 19. Ó Senhor, ouve; ó Senhor, perdoa; ó Senhor, atende-nos e age; não te retardes, por amor de ti mesmo, ó Deus meu; porque a tua cidade e o teu povo são chamados pelo teu nome” (Daniel 9:3 a 19).

O JEJUM DEVE SER ACOMPANHADO POR:

Oração: “Nós, pois, jejuamos e pedimos isto ao nosso Deus, e ele nos atendeu” (Esdras 8:23); “3. Voltei o rosto ao Senhor Deus, para o buscar com oração e súplicas, com jejum, pano de saco e cinza” (Daniel 9:3).

Confissão de Pecado: “Congregaram-se em Mispa, tiraram água e a derramaram perante o Senhor; jejuaram aquele dia e ali disseram: Pecamos contra o Senhor. E Samuel julgou os filhos de Israel em Mispa” (1Samuel 7:6); “No dia vinte e quatro deste mês, se ajuntaram os filhos de Israel com jejum e pano de saco e traziam terra sobre si. Os da linhagem de Israel se apartaram de todos os estranhos, puseram-se em pé e fizeram confissão dos seus pecados e das iniqüidades de seus pais” (Neemias 9:1 e 2).

Lamentação e Arrependimento: “Ainda assim, agora mesmo, diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto” (Joel 2:12).

Nunca com Ostentação (exibicionismo): “Quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram o rosto com o fim de parecer aos homens que jejuam. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa” (Mateus 6:16).

O JEJUM DEVE SER DIRIGIDO POR DEUS:

Pode ser convocado por um líder de Deus: “Ainda assim, agora mesmo, diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto” (Joel 2:12).

O jejum que Deus prefere (Isaías 58).

O próprio Deus faz a convocação: “Clama a plenos pulmões, não te detenhas, ergue a voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão e à casa de Jacó, os seus pecados” (Isaías 58:1).

Há uma condição exigível de santidade e temor a Deus para se fazer o jejum: “Mesmo neste estado, ainda me procuram dia a dia, têm prazer em saber os meus caminhos; como povo que pratica a justiça e não deixa o direito do seu Deus, perguntam-me pelos direitos da justiça, têm prazer em se chegar a Deus, dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos a nossa alma, e tu não o levas em conta? Eis que, no dia em que jejuais, cuidais dos vossos próprios interesses e exigis que se faça todo o vosso trabalho” (Isaías 58:2 e 3).

Peça ao Espírito Santo revelar seus pecados, arrependa-se, confesse, peça perdão.

Deus não se agrada, nem atende o jejum e o clamor que nós fazemos, quando pedimos a nossa justiça sem querermos observar a justiça Dele.

Muitas vezes eu creio que é por misericórdia que Ele não nos atende quando pedimos justiça porque nos esquecemos que o símbolo da justiça é uma balança, que mede e pesa dos dois lados: “Tequel: Pesado foste na balança e achado em falta” (Daniel 5:27).

A nossa justiça é falha e tendenciosa e Deus nos explica que é por isso que Ele muitas vezes não nos ouve: “Eis que jejuais para contendas e rixas e para ferirdes com punho iníquo; jejuando assim como hoje, não se fará ouvir a vossa voz no alto. Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao Senhor?” (Isaías 58:4 e 5).

O único jejum imposto aos israelitas na lei era o da grande expiação: “Seria este o jejum que escolhi, que o homem um dia aflija a sua alma, incline a sua cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco e cinza? Chamarias tu a isto jejum e dia aceitável ao Senhor?” (Isaías 58:5). Isto quer dizer que o verdadeiro jejum se relaciona com o arrependimento e o perdão divino, assumindo o propósito de mudar segundo a graça do Senhor.

O jejum tem por objetivo soltar as ligadura da impiedade: “Porventura, não é este o jejum que escolhi: que soltes as ligaduras da impiedade, desfaças as ataduras da servidão, deixes livres os oprimidos e despedaces todo jugo? Porventura, não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desabrigados, e, se vires o nu, o cubras, e não te escondas do teu semelhante?” (Isaías 58:6 e 7).

Nos nossos dias tem que ter em seu propósito trazer vidas para Jesus e cuidar de todas as áreas destas vidas.

Elas precisam ser saciadas da:

· Fome espiritual;

· Fome física;

· Prisões espirituais;

· Prisões Sociais;

· Não fazer de conta que não vê.

Observando o jejum que agrada a Deus, aí sim obteremos nossos resultados pessoais

“Então, romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença, a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda;...” (Isaías 58:8).

“...então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui. Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso;...” (Isaías 58:9).

“... se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia...” (Isaías 58:10). Para ficar bem claro é condicionado: sê...

“O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam” (Isaías 58:11).

“Os teus filhos edificarão as antigas ruínas; levantarás os fundamentos de muitas gerações e serás chamado reparador de brechas e restaurador de veredas para que o país se torne habitável” (Isaías 58:12).

Amém!

Palavra preparada pela Apa. Alice
e ministrada pelo Ap. Bertoni dia 27.12.2009